Eleições nos EUA: Relatório analisa agenda econômica pós-pandemia de candidatos à presidência dos Estados Unidos

publicado 16/09/2020 17h59, última modificação 16/09/2020 17h59
Brasil – Tema compõe a segunda de quatro edições do material elaborado em parceria com a Prospectiva Consultoria
Destaque Site 800X400 2.jpg

O resultado das eleições presidenciais dos Estados Unidos influenciará de maneira determinante os contornos políticos e econômicos do mundo nos próximos anos. Com a crise da pandemia, o cenário dos candidatos Donald Trump e Joe Biden ainda é incerto. Assim, pode ser difícil acompanhar os desdobramentos das eleições nos Estados Unidos com tantas variáveis em jogo.  

Para auxiliar a preparar seu negócio frente às importantes mudanças que vão configurar o mundo pós-pandemia, lançamos este mês, em parceria com a Prospectiva Consultoria, a segunda edição do relatório ‘Trump vs. Biden’, traçando um panorama da corrida eleitoral nos Estados Unidos e analisando a agenda econômica pós-covid proposta pelos dois candidatos e as possíveis implicações para o brasil em relação ao comércio e investimentos.  

O relatório é dividido em cinco temas: panorama do cenário eleitoral, processo eleitoral (colégio eleitoral, primárias, partidos e posicionamento macropolítico), os partidos e suas posições gerais, covid-19 e as eleições, e possíveis implicações para o Brasil. Esta é a segunda edição de uma série de quatro documentos divulgada em junho com interesse especial sobre os efeitos para as relações bilaterais com o Brasil e para as empresas sediadas no País.  

“O resultado das eleições presidenciais americanas influenciará os contornos políticos e econômicos do mundo inteiro nos próximos anos. Acompanhar esse processo é fundamental para nós, principalmente se quisermos traçar uma agenda bilateral mais ambiciosa entre Brasil e Estados Unidos”, comenta a nossa CEO, Deborah Vieitas. Clique aqui e faça o download do material.  

As últimas duas publicações serão lançadas até novembro deste ano, avaliando questões como cooperação internacional, agronegócio e energias. Na primeira edição, abordamos o processo de eleição norte-americano, os eventos-chave do pleito e as visões dos candidatos para o comércio internacional e política externa. 

Além disso, realizaremos também uma série de debates online, com especialistas de cada uma das áreas e análises exclusivas sobre os desdobramentos da disputa americana. Baixe o nosso aplicativo (Apple Store e Google Play) para ver a agenda e se inscrever nas atividades.  

 

DEZ PASSOS PARA UMA APROXIMAÇÃO COMERCIAL

Recentemente, elaboramos uma série de propostas feitas pela entidade para fortalecer o comércio exterior e fluxos entre Brasil e Estados Unidos ainda em 2020. O documento ‘Brasil-Estados Unidos: 10 Possíveis Entregas’ foi entregue no último mês para autoridades de ambos os países empenhadas nas relações bilaterais, como embaixadores, ministros, secretários e congressistas. Entre essas possibilidades, defendemos um acordo de livre comércio, acordo de investimento, facilitação de comércio, cooperação regulatória, entre outros.