BRICS já ficam com 21% do comércio externo do Brasil

publicado 14/07/2014 11h19, última modificação 14/07/2014 11h19
São Paulo - O fluxo comercial do Brasil com os integrantes dos BRICS já soma 21% do total do comércio externo do país.
Grafico 1bbb.jpg

O fluxo comercial do Brasil com os integrantes dos BRICS já soma 21% do total do comércio externo do país. Um percentual que era apenas de 5.5% em 2001. O crescimento é puxado pela China. As relações comerciais com o gigante asiático foram de 2,8% em 2001 para 17,3% no ano passado, com vantagem de US$ 8,7 bilhões na balança, a favor do Brasil.

 

A China supera os Estados Unidos como maior parceiro comercial. Os Estados Unidos detém hoje a fatia de 12,6% do fluxo comercial brasileiro, 4,7% abaixo da troca com os chineses. Nas trocas com os Estados Unidos, o Brasil teve déficit em 2013 de US$ 11,3 bilhões.

 

 

Se reúnem hoje (julho,14), em Fortaleza, empresários e membros do governo dos cinco países que compõem os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). O encontro tem como principal objetivo a criação de um Banco de Desenvolvimento, destinado a financiar projetos de infraestrutura e sustentabilidade, além da criação de um fundo de reservas, destinado a auxiliar países do bloco com dificuldades no balanço de pagamentos.

registrado em: