Coaching permite desenvolver rapidamente aptidões comportamentais

por andre_inohara — publicado 01/12/2011 17h16, última modificação 01/12/2011 17h16
São Paulo – Habilidades comportamentais são trabalhadas de forma personalizada por um "treinador".
veronica_rodrigues1.jpg

Ao contrário dos cursos regulares de gestão de pessoas, os programas de coaching possibilitam o desenvolvimento de habilidades comportamentais em curto espaço de tempo.

“Os executivos que começam a participar do processo começam a demonstrar resultados quase imediatos ao término ou ainda durante o processo”, garante Verônica Rodrigues da Conceição, diretora da VR Consulting.

O coaching ajuda o profissional a desenvolver habilidades comportamentais para atingir metas e objetivos que ele próprio estabeleceu para sua carreira, conforme explicou Verônica durante o Café de Relacionamento da Amcham-São Paulo realizado na segunda-feira (28/11).

Aprimoramento pessoal

Originário dos Estados Unidos, o coaching é um programa de aprimoramento pessoal com visão para o futuro. A técnica foi trazida do meio esportivo, onde um atleta é orientado por um treinador (coach) para melhorar seu desempenho.

“Com coaching, é possível desenvolver as competências necessárias para atingir com mais rapidez os objetivos. Por isso, ele é tão eficiente e eficaz”, observa Verônica.

A diferença entre o coaching e um curso é que o programa de aperfeiçoamento é individual e personalizado. “Em um MBA, você pode desenvolver competências ou não, dependendo da profundidade com que o assunto é tratado”, observa Verônica.

Dentro de um programa de coaching, o instrutor detecta as competências menos desenvolvidas e começa a trabalhar nelas quase que imediatamente. “Não se perde um minuto, vai-se exatamente aonde mais é necessário o desenvolvimento.”

Os benefícios do coaching

Verônica faz questão de ressaltar que o coaching é bastante efetivo para profissionais com formação técnica que atingiram postos de liderança e para gestores que precisam reciclar suas aptidões interpessoais.

“As pessoas se tornam líderes mais eficazes de processos, pessoas e negócios”, assinala.

Os programas de coaching executivo, voltados ao aprimoramento de líderes, são individuais e duram entre seis a oito meses. Cada reunião possui cerca de uma hora e meia de duração, segundo Verônica.

A diretora salienta que o programa não é terapia. “Ele não trabalha com dificuldades pessoais de origem psicológica. Esses casos são tratados com psicoterapia”, destaca.

O desenvolvimento de habilidades técnicas também não faz parte do escopo do programa. “O coaching lida exclusivamente com competências comportamentais. Entre elas, a de aprender a ouvir, se comunicar melhor e competências ligadas à liderança como assertividade, resiliência e outras.”

registrado em: