Debate sobre o novo Código Comercial e visita do presidente do INPI movimentam a semana; veja o que mais é notícia

por marcel_gugoni — publicado 16/03/2012 11h14, última modificação 16/03/2012 11h14
São Paulo - Novo Código Comercial, que está em consulta pública, deve ser votado somente em 2015. INPI precisa urgentemente de mais profissionais para dar conta do aumento de pedidos de concessão de marcas e patentes.

O novo Código Comercial, elaborado em 2011, está em consulta pública e deve ser votado somente em 2015, na avaliação do advogado autor da obra que inspirou o projeto, Fábio Ulhoa Coelho. Os benefícios e pontos de atenção da proposta do código foram debatidos na Amcham-São Paulo, um dos destaques da semana.

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham

Para o advogado Ulhoa, sócio da Fábio Ulhoa Coelho Advogados e professor de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), a criação do novo Código Comercial visa a “melhorar a segurança jurídica do empresário no que se refere às leis que tratam das relações comerciais entre empresas. Estas leis estão defasadas e espalhadas em diversas normas”.

Há um ambiente de insegurança jurídica, causada por regras para contratos de compra e venda pouco específicas e que dão margem a questionamentos legais posteriores. “Não se pode equiparar a operação de aquisição de uma empresa a uma venda entre vizinhos, o que muitas vezes acontece”, exemplifica o advogado. Se uma empresa quiser executar judicialmente um cliente inadimplente, hoje terá dificuldades para provar a dívida sem documentos físicos. “Tudo isso já poderia ser substituído por informações transitadas via internet.”

Veja também: Posse do Conselho e iniciativas do governo para impulsionar comércio exterior são principais eventos da semana; associados podem se inscrever

Outro ponto alto da semana foi a visita de Jorge Ávila, presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Ele afirmou que o instituto tem um grande desafio: precisa de mais profissionais para continuar atendendo o volume crescente de concessão de marcas e patentes no Brasil. “Modernizamos o sistema de patentes, mas não dá para andar sem mais gente.”

Em 2011, o órgão recebeu 152.735 pedidos de marcas,  volume 15% acima dos 129.620 de 2010. Para atender tudo, o instituto calcula que é preciso aumentar em mais de três vezes o número atual de examinadores - dos atuais 250 profissionais para 700.

Comitês temáticos

No comitê de Finanças, o debate girou em torno da importância do profissional de relações com investidores para as empresas. Para o consultor Arleu Anhalt, presidente da FIRB (Financial Investor Relations Brasil), a função é estratégica: “é o comunicador da empresa do ponto de vista institucional”.  A área deve se basear em quatro pilares essenciais - transparência, prestação de contas, sustentabilidade e equidade - abarcando todo o processo de posicionamento corporativo em relação a acionistas, bancos, investidores, analistas de mercado e outros.

No caso de empresas médias e pequenas, a questão financeira foi enfocada no comitê  Business in Growth (BIG). Ricardo Rocha, consultor e professor da Fundação Instituto de Administração (FIA), afirma que o gestor financeiro tem o desafio de assessorar o empreendedor sobre o valor do negócio. “Isso vai obrigar o profissional de finanças a conhecer todos os produtos e serviços, descobrindo onde eles são competitivos ou não. Contribuindo com métricas de retorno, ele vai ser mais ouvido na organização”.

No Dia do Consumidor (15/03), um debate sobre sustentabilidade tocou na questão do consumo consciente. A economista Tarcila Reis Ursini, sócia fundadora da consultoria Angatu Consultoria em Estratégia para a Sustentabilidade, diz que só o avanço tecnológico ou os esforços pontuais de empresas não vão resolver: as pessoas é que têm que se conscientizar. “Temos que mudar, sim, os padrões de consumo e repensar nosso modo de vida”, afirma ela, que é consultora do Prêmio ECO da Amcham.

Na Amcham-Recife, a reunião anual do Conselho Regional traçou estratégias para a regional em 2012 e também abriu espaço para uma série de debates com convidados especiais. Também na Amcham-Recife, o comitê de Comércio Exterior e Logística (13/03), Sidnei Aires, diretor de Operações e Comércio do Porto do Recife, afirmou que a movimentação de cargas em 2012 aumentará 54% no local, mostrando as oportunidades para a região. 

Na Amcham-Curitiba, um coquetel de inauguração marcou a abertura da nova sede, que fica no primeiro Green Building certificado da Região Sul do País. A Amcham-Goiânia também deu as boas-vindas aos associados com um café da manhã para empresários. A nova sede vai permitir a ampliação dos eventos e abrigará mais comitês e rodadas de negócios.

Leia o que foi destaque na Amcham na semana:

16/03 Amcham-Goiânia apresenta nova sede para público de empresários e autoridades de Goiás

16/03 Projeto de Código Comercial reforça a necessidade de especialização de juízes

15/03 Copa e Olimpíadas são oportunidades para Brasil reforçar marcas globalmente e dar mais visibilidade à criatividade nacional

15/03 Empresas dos setores de construção, finanças e TI serão alvo da missão de investimentos da Amcham aos EUA

15/03 Maior necessidade da economia verde é conscientizar os indivíduos, diz economista

14/03 Porto do Recife prevê crescimento superior a 54% na movimentação de cargas em 2012

14/03 Cabotagem no Brasil esbarra em falhas de infraestrutura dos portos, analisa CEO do Porto de Suape

14/03 Gestor financeiro nas pequenas e médias empresas tem desafio de assessorar o empreendedor sobre o valor do negócio

14/03 Legitimação de um sucessor depende tanto de fatores pessoais quanto organizacionais, aponta consultora

14/03 Novo Código Comercial deve ser votado em 2015, estima advogado

13/03 Amcham leva empresários brasileiros aos EUA para maior feira de alimentação e food service

13/03 Advogados debatem criação de novo Código Comercial

13/03 Boa comunicação é essencial para sucesso da relação entre empresa e investidor

13/03 Projeto “How To” ganha site e quer ampliar títulos sobre como fazer negócios no Brasil

13/03 Amcham-Recife debate perspectivas para 2012 em reunião do Conselho Regional

12/03 Aumento de pessoal é indispensável para INPI baixar prazo de concessão de patentes

12/03 Empresa forma professores de química para voltar a atrair profissionais para a área

12/03 Métodos de desenvolvimento de software focados em agilidade e interatividade reduzem retrabalho e custos

registrado em: