Índice do Banco Mundial deixa Brasil na 65ª posição em logística

publicado 27/03/2014 10h06, última modificação 27/03/2014 10h06
Estudo avalia itens como pontualidade, competência e embarques internacionais
world-bank.jpg-9559.html

O Brasil caiu 20 posições no ranking mundial de logística do Banco Mundial, que mede a eficiência da cadeia de transportes, portos e transferência de mercadorias em 160 países. O último relatório divulgado 19/03 leva em conta a percepção dos empresários em relação à eficiência de toda infraestrutura de transporte. O Brasil passou a ocupar o 65.º lugar no ranking. Trata-se da pior colocação desde que o ranking foi lançado, em 2007.

O Brasil perde para países como Egito, Sérvia, El Salvador e Argentina. O índice leva em conta morosidade na alfândega, pontualidade, competência logística e embarques internacionais, entre outros. O país mais bem colocado é a Alemanha, seguida por Holanda e Bélgica. O último lugar do ranking é a Somália.

Veja todo o índice no link: http://lpi.worldbank.org/international/global

 

registrado em: