A massa real de salarios nas seis regiões metropolitanas pesquisadas mensalmente pelo IBGE registrou em novembro um novo recorde histórico.

Massa de salários passa dos R$ 46 bilhões

por Pedro Antônio Cássio Silva — publicado 29/10/2013 10h47, última modificação 29/10/2013 10h47
A massa real de salários nas seis regiões metropolitanas pesquisadas mensalmente pelo IBGE registrou em novembro um novo recorde histórico.
massa-real-salarios-glinhas.jpg-1308.html

Novembro registrou a maior população ocupada no ano. As regiões pesquisadas pelo IBGE tinham 23,29 milhões de trabalhadores com carteira assinada e que recebiam um salário real médio  mensal de R$ 1.979,35 corrigidos pelo INPC. Estes números resultam em outro recorde: A massa real de salários nas regiões metropolitanas de Salvador, Recife, Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo somava R$ 46,10 bilhões por mês.

O salário real de novembro passado apresentou um crescimento de 2,86% já descontado o INPC do período. A variação da massa salarial foi de 2,11% . A diferença é justificada pela leve queda de 0,73% do número de empregados em relação ao ano anterior.

 

 

registrado em: