Previsão de consumo em alta em 2013 foi tema do principal debate desta semana na Amcham. Veja o que foi notícia

por marcel_gugoni — publicado 22/02/2013 17h54, última modificação 22/02/2013 17h54
São Paulo – Para especialistas, consumo das famílias será seguirá responsável por puxar ritmo da economia para cima, impulsionado por fatores como renda em alta e desemprego nos menores níveis da história.

O consumo das famílias brasileiras vai continuar mantendo sendo responsável por alavancar o ritmo da atividade econômica do País em 2013, puxado por uma conjunção de fatores como a renda do trabalhador em alta e a taxa desemprego em seus menores níveis da história. Essa é uma das conclusões do Seminário Perspectivas Econômicas e Comerciais 2013, realizado pela Amcham-São Paulo nesta sexta-feira (22/02), um dos principais eventos da semana na Amcham nesta semana.

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham 

Para o consultor Jorge Inafuco, senior manager da área de Consumo e Varejo da PricewaterhouseCoopers (PwC), “o varejo vai estar onde houver dinheiro para comprar”. A tecnologia é o caminho pelo qual os consumidores poderão ser mais facilmente alcançados. “O ano de 2013 deve ser positivo ao varejo e as oportunidades serão alcançadas por quem se antecipar a esses movimentos.”

Outro destaque na semana da Amcham ficou por conta do fim da disputa comercial entre Brasil e Estados Unidos no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC) acerca de medidas antidumping aplicadas pelos americanos sobre o suco de laranja brasileiro. A notícia é positiva e abre maiores oportunidades de comércio com os EUA.

A polêmica do suco de laranja se iniciou em 2009, quando a OMC acolheu o pedido das autoridades brasileiras de investigar os Estados Unidos por prática de zeroing [redução a zero]. Trata-se de uma metodologia controversa que sobretaxa produtos importados acusados de estarem sob efeito de dumping. A OMC deu ganho da causa ao Brasil em 2011, e os EUA agora acataram suas recomendações.

“Trata-se de uma decisão positiva para a relação comercial entre os dois países. Foi uma solução comercial, mas também política, que carrega esses dois significados. Quando se sela um acordo desse tipo, há melhora das relações como um todo”, avalia Gabriel Rico, CEO da Amcham.

Comitês temáticos

Na agenda de comitês da Amcham-São Paulo, o destaque ficou por conta do comitê de Comércio Exterior, na terça-feira (19/02), que debateu a promoção comercial do País. Regina Silverio, diretora de Gestão e Planejamento da Apex-Brasil, diz que ações comerciais no Carnaval e grandes eventos como Copa do Mundo e Jogos Olímpicos fazem o Brasil aumentar exportações e construir imagem consistente de país de negócios. Mesclar negócios e diversão atrai os visitantes. “Os compradores saem com impressão positiva do Brasil.”

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui 

No comitê de Inovação, na quinta-feira (21/02), o assunto foi o papel do líder em empresas inovadoras. “O líder é aquele que opera a mudança”, afirma Edson Fermann, sócio-consultor de gestão estratégica de inovação da Indexare. Muito embora a cultura e a estratégia da empresa tenham grande peso sobre a inovação em uma companhia, o líder é quem transforma um modo diferente de trabalhar em processos mais eficientes ou leva adiante a ideia de um novo produto para o mercado. “Seu papel é estimular ações para tomada de decisões e encabeçar o processo de implantação da inovação na empresa.”

Na Amcham-Recife, o comitê de Economia e Finanças na quarta-feira (20/02) debateu barreiras no acesso ao crédito pelas micro e pequenas empresas. Organizar os dados exigidos por bancos no momento da busca por financiamento é o principal entrave. Sérgio Ferreira, sócio da Guimarães Ferreira Consultores, diz que falta a compilação correta de “informações básicas que as companhias sempre precisam ter compiladas”.

Na Amcham-Porto Alegre, um destaque foi a presença das empresas nas redes sociais para aproximar as marcas de seus consumidores. Para as companhias, estar ou não no mundo online não é uma opção porque, mesmo se não criarem um perfil virtual, já estarão presentes na internet graças aos comentários, avaliações críticas e sugestões dos clientes. Rafael Terra, CEO da agência de comunicação Fabulosa Ideia, avalia que “o online amplia o que é bom e o que é ruim”.

Releia as principais notícias da semana da Amcham:

22/02 Consumo de massa e de luxo serão motores do crescimento comercial em 2013

21/02 Secretaria da Fazenda de São Paulo disponibiliza programa para gerar documento fiscal exigido pela nova regra de ICMS

21/02 Papel do líder de inovação é engajar equipe e estimular ideias

21/02 Desenvolver rotina é mandatório para otimizar tempo, indica instrutor de carreiras

21/02 Empresas estarem em redes sociais não é mais opção

20/02 Atender às exigências de dados do negócio é dificuldade para PMEs em busca de financiamento

20/02 Cadeia da saúde aposta em redes sociais para se aproximar dos clientes e facilitar cuidados

20/02 Amcham: fim da disputa entre Brasil e EUA sobre o suco de laranja abre espaço para incremento do comércio bilateral

20/02 Brasil volta a crescer em 2013 e inflação deve ficar abaixo da de 2012, aposta economista

19/02 Com ações comerciais no Carnaval e grandes eventos, Brasil aumenta exportações e constrói imagem consistente de país de negócios

19/02 Estratégia de negócio define eficiência no corte de custos, segundo consultor

19/02 Conhecimentos generalistas do negócio e capacidade de relacionamento são fundamentais para profissional de RH estratégico

18/02 Gestão pública federal ganharia maior eficiência se houvesse mais mecanismos de prestação de contas e mensuração da qualidade dos programas públicos, aponta diretor do CLP

registrado em: