Retorno de missão comercial de TI foi destaque na semana da Amcham

por simei_morais — publicado 26/04/2013 17h14, última modificação 26/04/2013 17h14
São Paulo – Veja outros eventos, como o Fórum de Gestão de Pessoas em Porto Alegre, com 460 pessoas

A volta da missão comercial de TI dos Estados Unidos movimentou a semana da Amcham. Gestores de treze empresas de Brasília, Recife, Porto Alegre, Curitiba e Ribeirão Preto que embarcaram na comitiva da Amcham trouxeram possibilidades de parcerias em inovação, tanto em produtos quanto em processos.

Ao site da Amcham, três empresários relataram suas expectativas, que incluem perspectivas de novos negócios no Brasil e no mercado norte-americano. A agenda da missão, que contou com parceria da Embaixada brasileira em Washington, teve visitas a investidores, empresas, incubadoras e aceleradoras. (Leia mais)

Em Porto Alegre, 460 executivos compareceram ao 6º Fórum de Gestão de Pessoas na sexta-feira (26/04). Seis palestrantes abordaram tendências numa das áreas mais importantes para os negócios, num cenário de competição global. (Leia mais)

A relevância dessa área também esteve em evidência no comitê aberto de Gestão de Pessoas da Amcham – São Paulo, na quinta-feira. Segundo Armando Lourenzo, diretor da Ernest & Young University, um dos convidados, o país “não vive um apagão de talentos, mas de líderes”.

Ele falou ao lado de Carlos Netto, diretor de Gestão de Pessoas do Banco do Brasil, de Gabriela Padrón, reitora da McDonald’s University, e de Rita de Cássia Braghetti, gerente sênior da Universidade Corporativa Fleury. Para eles, há dificuldade em encontrar pessoas capazes de liderar equipes e melhorar seu trabalho na empresa. (Leia mais)

Em Goiânia, o destaque ficou por conta do novo comitê de Agrobusiness, setor em que o estado de Goiás se destaca no mercado nacional e internacional. (Leia mais)

Veja também:

Novo sistema de comércio exterior ajuda governo a identificar gargalos e oportunidades no setor de serviços

Smartphones e redes sociais são cada vez mais canais de venda

Sustentabilidade:“Consumidor brasileiro mudou, mas empresas fazem negócios como antigamente”, diz especialista

registrado em: