Visita de Hillary Clinton a Brasília e seminário sobre gestão do conhecimento movimentam a semana; veja o que foi notícia na Amcham

por marcel_gugoni — publicado 23/04/2012 10h45, última modificação 23/04/2012 10h45
São Paulo – Missões com governador do Estado americano do Missouri, Jay Nixon, e com o diretor associado geral da Invest Hong Kong, Charles Ng, também se destacaram na agenda de eventos.

A visita da secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, a Brasília foi o grande destaque das atividades da Amcham na última semana. Ela ressaltou a importância da parceria entre Brasil e EUA com acordos de cooperação em áreas como inovação, educação, segurança, energia e turismo no seminário "Visão para a parceria econômica no século 21", organizado pela Amcham e pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Hillary mencionou a possibilidade de um tratado de livre comércio com o Brasil como forma de aprofundar as relações bilaterais. “Precisamos redobrar nossos esforços para concluir um acordo para evitar a dupla tributação. Necessitamos explorar um tratado de investimento bilateral e considerar no futuro acordos de livre comércio”, disse.

Outro grande destaque da semana foi a discussão de inteligência competitiva e gestão do conhecimento como diferenciais estratégicos. A atividade é essencial para monitorar cenários cada vez mais dinâmicos e multifacetados, elaborar análises e gerar negócios. Armelle Decaup, sócia-fundadora da Defí Inteligência Competitiva, defendeu que a tecnologia não substitui o trabalho humano. “Só as pessoas geram conhecimento”, disse.

“O mais importante é gerar vantagem competitiva. Trabalhamos com inteligência competitiva e gestão do conhecimento justamente com o objetivo de ajudar a empresa a pensar sua meta estratégica, enxergar e entender o movimento do mercado e tomar ações que aufiram melhores resultados devido a essa vantagem competitiva”, reforçou Edson Ito, diretor do conselho da organização Strategic of Competitive Intelligence Professionals (Scip) no Brasil.

O evento trouxe ainda especialistas da área de empresas como Embraer, Syngenta, Ticket, Bradesco, Ericsson do Brasil, Biolab e Tecnisa.

Relações internacionais

No campo das relações internacionais, além da visita da secretária Hillary Clinton, a Amcham-São Paulo recebeu o governador do Estado americano do Missouri, Jay Nixon. Ele defendeu os investimentos em treinamento e desenvolvimento dos trabalhadores como as melhores formas de uma empresa crescer e elogiou o programa Ciência Sem Fronteiras dizendo que “é importantíssimo dar oportunidades de educação aos trabalhadores”.

Já o diretor associado geral da Invest Hong Kong, Charles Ng, falou sobre as oportunidades de negócios em Hong Kong.” Temos vantagens competitivas que nenhuma outra cidade asiática possui: há perspectivas de grandes oportunidades graças a aspectos como facilidade de negócios, proteção da propriedade intelectual, transparência de informações e conversibilidade de moedas com o dólar de Hong Kong, que é bastante estável”, afirmou. “Somos a melhor porta de entrada para a China.”

Comitês temáticos

Na agenda de competitividade, o comitê de Comércio Exterior debateu a formação de preços dos produtos nacionais e concluiu que a competitividade dos produtos brasileiros é cara da saída da fábrica até o caminho da distribuição, quando encontra uma série de obstáculos logísticos e burocráticos até os terminais de exportação. “O exportador acaba pagando pela inoperância de alguns setores (logísticos) que sobrecarregam o produto brasileiro além do necessário”, disse Silvio Montes, professor da Escola de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

No tema das Compras Corporativas, a discussão focou práticas protecionistas que vêm sendo adotadas na economia brasileira e acabam protegendo de forma negativa alguns setores, quando os esforços deveriam estar concentrados em incentivar a inovação e o crescimento da indústria nacional. Para o advogado Rodrigo Correa da Silva, sócio-fundador da Correia da Silva Advogados e especialista em direito comercial, a regra de conteúdo local prejudica a inovação porque “cria um ambiente artificial que incuba empresas que não conseguirão sobreviver fora dele. Por não criarem anticorpos para enfrentar a concorrência, ficam dependentes e incapazes de exportar”.

Na Amcham-Recife, o debate sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) mostrou que há diversos planos estaduais de tratamento desses resíduos sendo traçados e, em breve, a PNRS será aplicada em todo o Brasil. Mariana Melo, consultora em Gestão Socioambiental do Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano (IADH), diz que “a maior contribuição da PNRS vai ser a mudança de paradigma do processo produtivo no País. Haverá uma mudança processual no desenvolvimento econômico a favor da sustentabilidade”.

Reveja as principais notícias da Amcham na semana:

20/04 Transformar dados em conhecimento é etapa mais importante da inteligência competitiva

19/04 Mais diversificada, área de inteligência competitiva exerce importante papel de apoio à organização

19/04 Tecnologia sozinha nunca vai substituir o trabalho humano, garante especialista em gestão do conhecimento

19/04 Consumidores estão mais críticos e conectados, e empresas devem aprender a lidar com isso

19/04 Gestão eficiente da cadeia de suprimentos será diferencial competitivo do setor logístico

18/04  Política Nacional de Resíduos Sólidos trará mudanças para o processo produtivo no Brasil, avalia especialista

18/04 Hong Kong é um dos principais centros financeiros da Ásia e oferece boas oportunidades de negócios a companhias brasileiras

18/04 Burocracia excessiva e logística inadequada encarecem preço das exportações brasileiras

17/04 Conhecimento é capital que mais gera competitividade, avaliam especialistas em inteligência de mercado

17/04 Brasil precisa incentivar inovação porque modelo protecionista é limitado, defende especialista em comércio

17/04 Inteligência e gestão do conhecimento são ativos estratégicos para monitorar cenários e gerar negócios

16/04 Educação é principal motor de uma economia forte, afirma governador do Missouri

16/04 Hillary Clinton vê espaço para acordo de livre comércio com o Brasil e ressalta parcerias bilaterais

16/04 Secretário do Interior dos EUA diz que seu governo trabalha para facilitar a entrada de turistas brasileiros

15/04 Stress no ambiente de trabalho é causado por sobrecarga, questões de relacionamento e frustração

registrado em: