“Brasil precisa aproveitar oportunidade para se aproximar mais da economia americana”, defende CEO da Amcham na CBN

publicado 21/01/2015 09h23, última modificação 21/01/2015 09h23
São Paulo - Segundo Gabriel Rico, país precisa agir rápido porque o mercado dos EUA está pronto para comprar mais produtos industrializados brasileiros
economia-foto01.jpg-7031.html

O CEO da Amcham, Gabriel Rico, comentou esta manhã (21/1) na Rádio CBN-SP, o discurso do presidente americano Barack Obama diante do Congresso americano, o "Estado da União 2015". Para o executivo da Amcham, as propostas de Obama para fortalecimento da classe média dos Estados Unidos, somadas ao crescimento da economia daquele país, oferecem uma oportunidade para os exportadores nacionais, já que os americanos são os maiores compradores de produtos industrializados brasileiros.

"O Brasil deve aproveitar essa grande oportunidade, disse Rico ao entrevistador Milton Jung, para se aproximar mais da economia americana. E o caminho é reduzir a burocracia e estabelecer padrões comuns entre os dois países, trabalhar na convergência regulatória, porque isso é que vem complicando mais o fluxo comercial entre os dois países, menos que os impostos", esclareceu.

Gabriel Rico enfatizou que o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior já está fazendo esforços nessa direção e ressaltou que o Brasil precisa agir rápido para não ficar fora dos grandes acordos comerciais que os Estados Unidos vem negociando com blocos econômicos, como a União Européia e países asiáticos. "O Brasil precisa se inserir mais na economia americana", acrescentou o CEO da Amcham.

Clique aqui para escutar a entrevista completa.

Na Rádio Jovem Pan, o CEO da Amcham também comentou o tradicional discurso anual do presidente dos Estados Unidos. Ouça aqui a entrevista no Jornal da Manhã 

Para assistir o discurso de Barack Obama, clique aqui

registrado em: ,