A retomada da economia do Espírito Santo: comércio exterior e relação Brasil-EUA trazem perspectivas positivas

publicado 03/06/2021 18h01, última modificação 03/06/2021 18h01
Amcham, Governo do Espírito Santo e Embaixada dos Estados Unidos se unem para promover comércio e investimentos no estado
A retomada da economia do espírito santo: comércio exterior e relação brasil-eua trazem perspectivas positivas

Evento de lançamento da Amcham Espírito Santo será no dia 09/06 e está com inscrições gratuitas abertas

Com uma economia diversificada e elevado perfil exportador, o estado do Espírito Santo enfrentou grandes desafios no ano de 2020. Com a retração do comércio internacional, a região teve uma queda de 30,2% em suas exportações e retração de 22,2% em sua corrente de comércio, segundo dados do Ministério da Economia.

A boa notícia é que as perspectivas para 2021 são positivas, com a retomada das exportações e o retorno de nossas atividades no estado. O objetivo é conectar empresários a oportunidades de comércio e investimentos, sobretudo no âmbito da relação bilateral Brasil-Estados Unidos.

“O ano de 2020 foi muito desafiador para as exportações brasileiras, inclusive para estados com participação relevante no comércio exterior, como é o caso do Espírito Santo. Em 2021, o cenário é mais animador e aponta para um forte desempenho no ano. As exportações capixabas para os Estados Unidos, por exemplo, já aumentaram 54,5% até abril, atingindo um total de quase US$ 1 bilhão.”, contextualiza nosso Vice-Presidente Executivo, Abrão Neto.

Trimestralmente, divulgamos o Monitor Brasil-EUA, com dados e análises do comércio bilateral. A partir desses dados, é possível verificar o comportamento das exportações e importações por estado brasileiro e confirmar a participação do Espírito Santo, que tem ocupado posição de destaque nas exportações brasileiras para a maior economia do mundo.

“Acreditamos que a conjuntura de recuperação global e forte crescimento da economia dos Estados Unidos em 2021 favorecerão o comércio exterior brasileiro, com impacto positivo para as exportações e para a economia capixabas”, comenta Abrão Neto.

Destacamos principalmente o aumento neste ano das vendas externas do Espírito Santo para os Estados Unidos de produtos como semi-acabados de ferro ou aço (+101%), minério de ferro (+70,6%), cimento e materiais de construção (+32,6%), celulose (+27,6%), entre outros. Clique aqui, e acesse a versão completa do último relatório do Monitor de Comércio Brasil-EUA (1º trimestre/2021).

Ponte EUA-Espírito Santo

No dia 09/06, em parceria com o Governo do estado do Espírito Santo e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, realizaremos um encontro virtual com CEOs, Presidentes e Diretores das principais empresas capixabas e brasileiras para discutir as perspectivas das relações entre Brasil e Estados Unidos, com foco nas oportunidades para o estado do Espírito Santo.

O encontro terá a participação do Governador do Estado, Renato Casagrande, do Embaixador dos Estados Unidos para o Brasil, Todd Chapman, e da nossa CEO, Deborah Vieitas, além de executivos como Sérgio Tristão, Presidente do Grupo Tristão, e José Wanderley, CFO Latam e Head de Estratégia da Hershey’s no Brasil. Faça sua inscrição gratuita aqui.

Amcham Capixaba

O encontro marcará a retomada de nossas operações na região, conectando a economia do estado com nossos associados, que, juntos, representam, 33% do PIB brasileiro, em 15 polos econômicos do país, e que contribui para promover a agenda bilateral Brasil-Estados Unidos.

Em 2021, nossa atuação no Espírito Santo terá três objetivos principais: 1) facilitar o intercâmbio comercial, 2) o relacionamento executivo entre corporações de todos os portes, e 3) a troca de ações e soluções empresariais para a retomada da economia em todos os setores e regiões do país. 

“Observamos que as empresas cujos líderes conseguiram manter a conexão digital com outras companhias atravessaram melhor a crise econômica. Por isso, é preciso apoiar os empresários da região a se manterem ativos em comunidades de trocas concretas de ações que permitam adaptação ágil ao cenário que vivemos”, explica nossa CEO.

Deborah lembra também da oportunidade que os executivos capixaba terão de explorar com a nossa rede de 100 mil executivos e 5 mil empresas engajadas. Esses números são o que nos tornam a maior Câmara Americana, entre 117 existentes fora dos Estados Unidos, enfatizando ainda mais nossa presença no mercado.

Caso tenha interesse em associar, cadastre aqui sua empresa ou envie um email para [email protected].