Amcham conclui sexta viagem comercial aos EUA focada no segmento médico-hospitalar

por giovanna publicado 05/11/2010 15h27, última modificação 05/11/2010 15h27
São Paulo - Comitiva foi a Washington e Minneapollis em busca de tendências do mercado e networking.

A Amcham, em parceria com a Embaixada do Brasil em Washington, acaba de concluir sua sexta missão médico-hospitalar aos Estados Unidos. Entre os dias 18 e 22/11, o grupo de 12 empresários do setor visitou Minneapolis e Washington em busca de oportunidades de negócios com parceiros em território americano.

 

Na capital dos EUA, a delegação participou da “Advamed 2010 – The MedTech Conference” com estande montado pela embaixada brasileira. Além de expor seus produtos e serviços, as companhias representadas tiveram chance de estabelecer novos contatos e ganhar conhecimentos sobre o mercado americano e novas tecnologias.

 

A programação incluiu também workshops informativos, palestras, rodadas de negócios e visitas técnicas organizadas pela Amcham a empresas do segmento que são referência em produtos, serviços e equipamentos, caso de Fredrikson & Byron, Medtronic e a Mayo Clinic.

 

Impressões positivas

 

Pela terceira vez em 2010, a empresa Goods that talk (GTT), especializada no desenvolvimento de soluções em tecnologia para gestão de produtos e equipamentos médico-hospitalares, integrou missão promovida pela Amcham.

 

Guido Ademar Garcia, proprietário da GTT, contou que, com a viagem, atingiu sua meta de buscar novas tecnologias e fazer novos contatos no mercado americano. Ele destacou a abertura internacional que o Brasil vem ganhando no exterior devido ao potencial do País e ao rápido desenvolvimento nos últimos anos.

 

“O País é muito bem visto lá fora, o que ficou evidente na ‘Advamed 2010’ pelo grande movimento no estande da embaixada brasileira e pelo interesse dos visitantes em saber mais sobre o mercado nacional”, comentou.

 

Já José Carlos Lapenna, diretor da Diagnostek, focada na inovação em serviços de saúde, revelou que a intenção ao integrar a missão foi buscar novos parceiros nos EUA para seu principal produto, o Paratest (sistema de diagnóstico <i>in vitro</i>, ou seja, não invasivo ao corpo humano).

 

Numa das visitas técnicas programadas, à Mayo Clinic, Lapenna pode estabelecer importantes contatos de olho no futuro. “O balanço geral foi positivo: a organização foi impecável, as reuniões foram interessantes e houve oportunidade de networking que tendem a se tornar novos negócios”, avaliou.

 

registrado em: