Amcham Highlights: Café Setorial de Comércio Exterior

publicado 22/07/2013 12h06, última modificação 22/07/2013 12h06
São Paulo - Para 24% dos empresários, alto custo logístico e infraestrutura são principais gargalos de competitividade
amcham-highlights-cafe-setorial-comercio-exterior-15-06-2011-750.html

A economia brasileira representa quase 3% do PIB (Produto Interno Bruto) mundial, mas o País responde por apenas 1,6% do comércio internacional. Para responder às perguntas que questionam essa disparidade, a Amcham realizou, em 26 de maio de 2011, o Café Setorial de Comércio Exterior, em sua sede em São Paulo, para o qual convidou grandes especialistas e preparou a pesquisa "O cenário do comércio exterior brasileiro".

Ficou claro, tanto pelo debate quanto pela sondagem, que os principais entraves a um maior avanço internacional de nossos produtos e serviços são os conhecidos gargalos de competitividade do Brasil. Para 24% dos consultados, as deficiências de infraestrutura e o alto custo logístico são os pontos que mais impactam negativamente as exportações e importações do país.

Em seguida, na lista de empecilhos, vêm a complexidade do sistema tributário nacional e a alta carga tributária (21% dos respondentes), assim como a burocracia aduaneira (19%). Essas deficiências estruturais do País são tão fortes que, na óptica do setor privado, superam atualmente, em muito, as dificuldades colocadas pelo câmbio supervalorizado.

registrado em: