Amcham Highlights discute subsídios americanos ao algodão e etanol

publicado 22/07/2013 11h02, última modificação 22/07/2013 11h02
São Paulo - Em junho de 2011, os EUA apresentaram novas propostas para os incentivos a essas commodities
amcham-highlights.jpg-7190.html

No dia 16 de junho de 2011, o Senado dos EUA aprovou uma emenda que prevê o fim do incentivo de US$ 0,45 concedido por galão de etanol americano e a eliminação da tarifa de US$ 0,54 imposta sobre o galão de álcool combustível importado. Simultaneamente, a Câmara dos Representantes (deputados) dos EUA votou favoravelmente à suspensão dos pagamentos de US$ 147 milhões ao ano para o Brasil que integram o pacote de compensações definidas na saída negociada para o contencioso do algodão que envolve os dois países no âmbito da Organização Mundial do Comércio. Por fim, na sexta-feira (17/06/11), o Ministério das Relações Exteriores brasileiro informou que os EUA desistiram de recorrer da decisão da OMC favorável ao Brasil em outra disputa comercial, a respeito de medidas anti-dumping aplicadas pelos americanos sobre a importação de suco de laranja proveniente do Brasil.

Esse conjunto de novidades, que exceto pelo caso do suco de laranja ainda dependem de novas etapas para aprovação final e concretização, representa uma grande vitória para o Brasil, uma sinalização de avanços na relação comercial – e, de certo modo, também no relacionamento político – com os EUA, ao permitir que se desatem nós relevantes entre os dois países.

registrado em: