CEO da Amcham comenta tratado de desburocratização entre Brasil e EUA na Jovem Pan

publicado 23/03/2015 14h15, última modificação 23/03/2015 14h15
São Paulo – Padronização de regras vale para o setor de Cerâmica, mas outros estão em negociação
gabriel-rico-6269.html

No programa Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan, o CEO da Amcham, Gabriel Rico, disse que o acordo de desburocratização do comércio com os Estados Unidos, assinado no dia 19, vai facilitar a exportação de produtos brasileiros ao maior mercado consumidor do mundo.

Com o tratado de padronização de regras e produtos brasileiros ao formato americano, Rico disse, no programa veiculado em 21/03, que “fica muito claro” para uma empresa brasileira quais padrões se deve atingir para exportar aos Estados Unidos e vice-versa.

Rico também comentou que os dois países fecharam acordos de padronização nos setores de Cerâmica e Porcelanato. “E está em discussão acordos no setor Têxtil e de Máquinas e Equipamentos.”

Veja abaixo a entrevista de Rico à Jovem Pan. Sua participação está entre os minutos 0’53 a 1’29.

 

O acordo

No dia 19, o Brasil assinou um memorando de facilitação de comércio com os Estados Unidos, para harmonizar regras de comércio exterior e desburocratizar as relações de exportação e importação. Os dois países vão identificar setores promissores e negociar a convergência dos produtos brasileiros para padrões americanos. O primeiro setor beneficiado foi o de Cerâmica.

O memorando de facilitação de comércio foi assinado em Washington pelo secretário de Comércio Exterior do Brasil, Daniel Godinho, e seu colega americano, Kenneth Hyatt. O Inmetro, que regula os produtos brasileiros, também participou da visita.

A Amcham apoiou a construção do acordo e a elaboração das propostas de facilitação comércio bilateral apresentadas pelo ministro Armando Monteiro em visita oficial à Washington, em fevereiro. 

 

registrado em: ,