Skip to content. | Skip to navigation

Comércio Brasil-EUA fecha trimestre com recorde de US$ 19 bilhões, aponta Amcham Brasil

publicado 18/04/2022 10h11, última modificação 18/04/2022 11h34
Confira os principais dados da análise exclusiva da Amcham e descubra o que puxou as exportações e importações.
Monitor_Comercio_BANNER_DESTAQUE.jpg

Faça o download gratuito em: amcham.com.br/monitor

O primeiro trimestre de 2022 marcou um novo recorde nas trocas de bens entre o Brasil e os EUA. Análise inédita do Monitor do Comércio Brasil-EUA da Amcham Brasil revela que o intercâmbio comercial entre os dois países atingiu, no período, o valor de US$ 19 bilhões, aumento de 40,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

“O forte desempenho na abertura do ano reforça a nossa projeção de crescimento e de recorde para o comércio bilateral em 2022. O aumento dos preços internacionais e da demanda relacionada a bens com elevada participação na pauta comercial entre os dois países, sobretudo de produtos energéticos, tende a sustentar essa trajetória positiva”, aponta Abrão Neto, Vice-Presidente da Amcham.

As exportações brasileiras para os EUA cresceram 35,9%, atingindo o valor inédito de US$ 7,6 bilhões no trimestre, aponta o relatório da Amcham. Esse aumento foi puxado principalmente pelas vendas de petróleo bruto, carne bovina, café não torrado, ferro gusa e produtos de madeira.

Do lado das importações, as compras brasileiras dos EUA tiveram valor recorde de US$ 11,4 bilhões no ano. “O maior crescimento se deu nas importações de gás natural, com crescimento expressivo de 258% para abastecer as termelétricas brasileiras”, analisa o vice-presidente da Amcham.

O trimestre resultou em um saldo negativo para o Brasil em US$ -3,8 bilhões, segundo maior déficit no comércio bilateral para um 1º trimestre do ano. Os EUA seguem como 2º principal parceiro comercial do Brasil, com participação de 14,3% no total das trocas brasileiras.

O Monitor do Comércio Brasil-EUA da Amcham traz ainda análises da corrente bilateral por regiões e principais estados exportadores e importadores brasileiros. O acesso é gratuito em amcham.com.br/monitor.

 

Presidenciáveis 2022

De olho na importância da relação Brasil-EUA, a Câmara Americana de Comércio preparou também um documento com propostas aos candidatos à Presidência da República. As sugestões passam por pautas que vão desde a negociação de acordos comerciais e para evitar a dupla tributação, até iniciativas nos setores de energia, infraestrutura e agronegócio.

“Há muito espaço para aprofundar as oportunidades entre os dois países, a começar pela área de meio ambiente, que se tornará cada vez mais central da relação bilateral”, conclui Abrão Neto.

As propostas Amcham aos Presidenciáveis 2022 estão disponíveis no amcham.com.br/brasil2022.