Governador de Illinois vê grandes oportunidades de cooperação com Pernambuco na área de infraestrutura

por marcel_gugoni — publicado 01/10/2012 17h44, última modificação 01/10/2012 17h44
Recife – Estados possuem vocações semelhantes por sua localização estratégica.
pat_quinn.jpg

O momento de forte expansão da infraestrutura em Pernambuco abre espaço para cooperação entre empresas locais e players internacionais. Essa conjuntura favorece parcerias entre Pernambuco e Illinois, passando por troca de experiências e negócios conjuntos para desenvolver estruturas intermodais, avalia o governador do Estado americano, Pat Quinn. 

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham 

“Acredito que existam muitas oportunidades relacionadas à infraestrutura entre Illinois e Pernambuco”, afirmou Quinn durante o encontro Doing Business with Illinois realizado pela Amcham-Recife em 26/09. 

Devido à localização estratégica de Illinois, no centro do território dos EUA, o Estado desenvolveu vocação de centro distribuidor, função semelhante à desempenhada por Pernambuco na região Nordeste, destaca o governador. 

Em Illinois, atualmente o governo investe pesado em estradas, pontes, rodovias, sistemas ferroviários e sistemas de água. “Para ter uma economia forte, é preciso uma boa infraestrutura”, defende Quinn. 

Infraestrutura também deve levar em conta a TIC 

“Quando falamos de infraestrutura interna temos que incluir as rodovias de informação”, indicou Quinn. 

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui 

Ele cita o exemplo de Illinois, onde o governo trabalha na instalação de mais de 6 mil quilômetros de fibra ótica para internet de altíssima velocidade. 

“Em certas partes do Estado, esperamos que, em breve, possamos disponibilizar internet cem vezes mais rápida do que as que temos atualmente”, aponta Quinn. Nesse processo, algumas regiões são consideradas prioritárias, como o entorno das universidades.

No Nordeste brasileiro, onde grandes projetos de infraestrutura estão em fase de instalação, esta é uma das grandes oportunidades. “Ao construir uma nova ferrovia, ou rodovia, pode-se instalar fibra ao mesmo tempo. Assim, os negócios também estarão conectados”, assinalou o governador.

registrado em: