Por comércio exterior, Amcham promoveu missões comerciais a China e EUA e estreitou parcerias com o governo

por andre_inohara — publicado 21/12/2011 09h56, última modificação 21/12/2011 09h56
São Paulo – Na China, Amcham distribuiu aos investidores locais guias de negócios sobre o Brasil em mandarim.

As missões comerciais e as parcerias com o governo, concretizadas pela Amcham em 2011, ajudaram as empresas associadas a encontrar oportunidades de negócios tanto nos Estados Unidos como na China.

“Empresas que participaram da missão de Tecnologia da Informação (TI), em outubro, deram continuidade aos contatos realizados nos Estados Unidos e agora estão negociando contratos comerciais”, disse Camila Moura, gerente de Comércio Exterior da Amcham.

A Amcham realizou quatro missões comerciais aos Estados Unidos em 2011. Três delas eram compostas de empresários que buscavam negócios ou parceiros americanos. As missões setoriais organizadas pela Amcham foram:

- Venda para organismos de Ajuda Humanitária (junho) – Washington e Nova York
- Tecnologia da Informação (outubro) – Washington e Nova York
- Turismo de Saúde (outubro) – Washington, Baltimore e Chicago

A comitiva total das três missões somou 37 empresários. Além da participação em feiras de negócios e eventos de networking, as delegações visitaram locais como a sede da ONU (Organização das Nações Unidas), Banco Mundial, LAVCA (Latin American Venture Capital Association), Johns Hopkins University, entre outros.

A quarta missão aos Estados Unidos, ocorrida em novembro, era formada por empresários e autoridades brasileiras que foram apresentar aspectos econômicos e legais da economia nacional a investidores americanos, e também divulgar suas especialidades nesse mercado.

A delegação fez parte da segunda edição da missão "How to Do Business in Brazil", que promoveu seminários "Doing Business In Brazil" em três cidades dos Estados Unidos: Charlotte, Flórida e Houston.

O embaixador do Brasil em Washington, Mauro Vieira, deu as boas vindas à comitiva na etapa de Charlotte. O CEO da Amcham, Gabriel Rico, também esteve presente. “Esse foi o primeiro evento da Amcham em que o embaixador Vieira participou”, afirmou Camila.

A decisão de incluir Charlotte no roteiro se mostrou acertada, segundo a gerente de Comércio Exterior. “A cidade não possui um grande mercado, mas foi onde as empresas mais se interessaram pelo Brasil.”

Missão à China

Pelo segundo ano, a Amcham organizou uma missão comercial à China, em linha com a estratégia de intensificar as parcerias de negócios com o país asiático.

Como a data da missão coincidiria com a visita da presidente Dilma Roussef à China, a Amcham preparou guias de negócios da série “How to do Business in Brazil” em mandarim.

As publicações trazem diversos aspectos jurídicos e econômicos brasileiros para investidores chineses, e foram realizadas em parceria com empresas privadas. Durante a visita à China, a equipe da Amcham se encontrou com a delegação da presidente Dilma e distribuiu os títulos traduzidos aos empresários chineses.

A iniciativa da Amcham foi bem recebida pelos participantes, conta Camila. O material foi entregue à comitiva da presidente Dilma pelo CEO da Amcham Gabriel Rico, e os títulos tiveram grande procura local.

“Com essa iniciativa, a missão comercial obteve um grande sucesso em termos de relacionamento institucional junto ao governo e busca de fornecedores para as empresas privadas”, observa Camila.

Publicações

Como parte do esforço de aproximação junto ao setor público a Amcham apresentou, em Brasília, uma nova edição da série “How To Do Business”, com informações jurídico econômicas de Estados específicos da federação.

Em 2011, foram lançados títulos voltados a negócios em São Paulo, Paraná e Pernambuco. “Isso foi muito importante para o projeto How To Do Business, porque abre o foco de investimentos em Estados e amplia a relação da Amcham junto a esses governos”, assinala Camila.

O lançamento de novos títulos da série, tradicionalmente feito em São Paulo, foi deslocado para Brasília. “Decidimos apresentar o projeto How To em Brasília por conta da parceria cada vez mais próxima com o governo”, observa a gerente da Amcham.

“E, também, para mostrar a órgãos governamentais como a Embaixada, que também recebe investidores estrangeiros, a nossa proposta de melhora do ambiente de negócios”, acrescenta.

Delegações estrangeiras

Em 2011, a Amcham também atuou na aproximação de investidores americanos ao mercado brasileiro. Delegações de vários Estados americanos estiveram no Brasil, em busca de investidores.

“Recebemos e apoiamos a vinda dos governadores dos Estados da Flórida e de Massachussets, além de delegações de Indiana e Arkansas”, destaca Camila.

A Amcham também publicou títulos específicos de negócios, como o “How To Do Business in Indiana”, para investidores em busca de oportunidades nesse Estado americano.

Consultoria

O departamento de Comércio Exterior também prestou consultorias de negócios aos seus associados. Em 2011, foram realizadas 459 pesquisas econômico-financeiras aos associados. Algumas se tornaram projetos de internacionalização e de busca de mercados e parceiros no exterior.

Uma companhia do ramo de móveis residenciais fez parte do Projeto Brazil com Z, serviço aos associados para auxiliar as empresas no processo de exportação e conquista de mercado nos Estados Unidos.

A empresa encomendou um projeto de internacionalização, que incluiu pesquisa sobre o mercado de móveis e a abertura de uma loja em Miami.

Outras empresas procuraram a Amcham para pesquisar sobre necessidades específicas, como fornecedores de produtos químicos nos EUA, Europa e Ásia, ou informações socioeconômicas, tributárias e de infraestrutura em países da América Central.

registrado em: