Amcham Ribeirão Preto celebra 10 anos com edição 2016 do CEO Fórum

publicado 24/06/2016 10h01, última modificação 24/06/2016 10h01
Ribeirão Preto - Mais de 250 empresários participaram do encontro em 23/6 debatendo estratégias de liderança e gestão de resultados na crise
ribeirao-pic01.jpg-8166.html

Com a presença de empresários, executivos e operadores de importantes nomes dos setores da indústria, do comércio e de serviços regionais, o CEO Fórum Amcham ganhou ontem (23/6) sua 9ª edição em Ribeirão Preto. O evento também comemorou os 10 anos de atuação da entidade na cidade e na região, reunindo mais de 250 empresários locais. 

Depois de um welcome coffee, a coordenadora Regional da Amcham Ribeirão Preto, Bianca Guazzelli, abriu oficialmente o CEO Fórum e convidou Andrea Chamma, ex-vice chairwoman do Bank of America Merrill Lynch, para se apresentar. Com vasta experiência em gestão, ela apontou o chamado “capital humano” como maior bem de uma organização. “A nova mão de obra, seguindo um processo que teve início na década de 1980 com a geração Millenium, quer pertencimento – e esse conceito vai além de bons salários ou benefícios. É necessário fazer com que seu funcionário se sinta integrado ao time e uma peça insubstituível da engrenagem de bons negócios”, afirmou.

Os painéis, que tiveram como tema “Resultados, performance e desempenho: da estratégia à execução”, prosseguiram com Eduardo Borri, CEO da Guardian do Brasil. Há 14 anos à frente da direção brasileira da multinacional, ele levou à plateia uma indagação pertinente. “Como, em tempos de crise, quando todos os orçamentos são encolhidos, manter os investimentos em setores estratégicos? Cabe ao líder perceber que vivemos o momento mais adequado para criar, inovar e, ao mesmo tempo, não frear a engrenagem que moveu sua empresa nos anos anteriores. Isso quer dizer que não é preciso gastar menos, mas melhor, com vistas ao aprimoramento e à administração de novos processos”, explicou.

Graduado em Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), Rui Chammas, diretor Presidente da Biosev – empresa entre as líderes mundiais do setor sucroenergético no processamento de cana-de-açúcar para a produção de etanol, açúcar e energia –, encerrou a primeira etapa da programação do CEO Fórum 2016 com reflexões a respeito das fontes utilizadas atualmente pela indústria. “É preciso pensar nos lucros, na ponta do processo, porém, o questionamento sobre a qualidade e a eficiência dos combustíveis e métodos de que lançamos mão também precisam fazer parte do nosso dia a dia. O bom líder observa seu redor com uma visão macro”, disse.

Debate

Os três palestrantes iniciais do CEO Fórum 2016 da Amcham Ribeirão Preto participaram, na sequência, de um bate-papo mediado pelo CEO do Grupo Maubisa, Maurílio Biagi Filho. A plateia também foi convidada a fazer perguntas. Entre os assuntos discutidos estiveram planejamento e criação de estratégias em curto, médio e longo prazos, capacitação profissional e perfis dos colaboradores. “Algumas organizações, sejam pequenas ou grandes, apresentam dificuldades para entender a necessidade de planos A e B, com formação de times que atendam tais propósitos. O bom administrador deve ter sempre a noção concreta de suas limitações e direcionar bem sua equipe. Em alguns momentos somos obrigados a tomar decisões difíceis, que exigem maturidade e comprometimento”, destacou Andrea Chamma. 

Para encerrar a programação, Eugênio Mussak, educador há mais de 40 anos e professor da FIA-USP (Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo), lembrou aos participantes a importância da observação. “Muito se fala sobre ‘pensar fora da caixa’, mas pouco se faz quando isso envolve mais do que algumas buscas na internet. Para ter sucesso, é fundamental conhecer boas referências e se pautar no que deu certo; no entanto, seu diferencial será a personalização. O bom líder tem três características principais: competência técnica e específica, caráter e ambição. A humildade deve ser vista como antônimo de arrogância, não sinônimo de pobreza. Basta confiar em si e em sua equipe para chegar lá”, concluiu.