Amor aos Pedaços quer expandir franquias com sócio financeiro

por simei_morais — publicado 03/04/2013 15h20, última modificação 03/04/2013 15h20
São Paulo – Executiva mostrou case da rede de docerias no comitê de Finanças da Amcham – São Paulo
silvana_marmonti.jpg

Silvana Marmonti, sócia da Amor aos Pedaços, acabou de passar pelo processo de estruturação interna para captar recursos e contou a experiência no comitê aberto de Finanças na Amcham – São Paulo, nesta quarta-feira (03/04). O evento discutiu as tarefas necessárias para se candidatar a uma operação do tipo.

A franqueadora de docerias, fundada há 31 anos, vendeu 33% de seu capital, em março, para o Fundo Mercatto Alimentos, especializado no setor de alimentos e bebidas. “Iniciamos todo esse preparo há três anos”, conta a executiva.

O objetivo da captação é a expansão do negócio, elevando o número de lojas no país de 60 para 160, em três anos. Parte do processo operacional que permite esse projeto começou a ser executado antes mesmo da venda de capitais, ampliando a planta industrial, com investimento de R$ 5 milhões. “Antes tínhamos uma cozinha industrial na Vila Olímpia (bairro da Zona Oeste), com produção de 800 toneladas por ano. Mudamos para uma fábrica em Cotia (Grande SP), para chegar a 2500 toneladas anuais”, diz.

Além do lado operacional, a Amor aos Pedaços  reestruturou as áreas tributária, financeira, de gestão e governança. “Nesse meio tempo, tivemos a proposta de vender 50% do capital para outra empresa, mas não era nosso objetivo, que consistia em abrir um terço”, relata.

Para a executiva, preparar-se internamente e saber exatamente o que queria permitiu uma boa negociação. “Foi uma lição de casa dolorosa, mas fizemos direitinho”, conclui.

Leia mais:

Estruturação interna é ponto de partida para captação de recursos

Vigor reabriu capital após quatro anos e comprou concorrente

A escalada da Qualicorp com três captações de recursos em três anos