Andrade Gutierrez defende melhora de marcos regulatórios e garantias para maiores investimentos em infraestrutura

por andre_inohara — publicado 25/08/2011 16h32, última modificação 25/08/2011 16h32
André Inohara
São Paulo – Para presidente da construtora, setor privado virá em peso quando definições regulatórias assegurarem de fato segurança e rentabilidade.
rogerio_nora_sa_andrade_gutierrez_1.jpg

A Andrade Gutierrez aguarda regras mais claras que assegurem o cumprimento dos contratos assinados e o dinheiro investido neles.

O presidente da companhia, Rogério Nora de Sá, disse que a falta de garantias aos projetos é o principal entrave a uma participação maior do setor privado nas Parcerias Público-Privadas (PPP).

Veja abaixo a entrevista de Nora de Sá para o site da Amcham, concedida após a realização do seminário de "Competitividade Brasil – Custos de Transação" na Amcham-São Paulo em 23/08.

Amcham: O que é preciso para estimular mais a participação da iniciativa privada nos projetos de PPP?
Reginaldo Nora de Sá:
Uma participação maior da iniciativa privada nos projetos de PPP está ligada aos marcos regulatórios. Há o problema das garantias e dos Procedimentos de Manifestação de Interesse (PMI) para que as empresas possam se sentir incentivadas a buscar projetos via PPP. Outro foco é a desoneração tributária de alguns processos, com o objetivo de aumentar a modicidade tarifária, e o problema da gestão do meio ambiente, para que ele seja fator de incentivo e não de obstáculo às PPP.

Amcham: E quanto à questão dos financiamentos?
Reginaldo Nora de Sá:
O problema é a falta de garantias para que os projetos sejam desenvolvidos. Recursos para financiar existem, mas o dinheiro não sai se não houver segurança de que aquele contrato será executado de fato e as garantias honradas, quando for o caso. O investidor privado não buscará recursos para desenvolver os projetos, nem o órgão financiador emprestará sem as garantias adequadas. Isso só  acontecerá quando se tiver a segurança de que aquele investimento voltará dentro do planejado.

Amcham: De quais projetos de infraestrutura a Andrade Gutierrez está participando?
Reginaldo Nora de Sá:
Estamos participando de projetos de metrô e hidrelétricas e estudando outros nas áreas de saneamento e aeroportos. A empresa está totalmente disponível e aberta a participar, o que ocorrerá assim que houver possibilidades de financiamento, garantias adequadas e processos fluindo conforme o planejado. Para a Copa do Mundo, especificamente, não estamos em nenhum projeto, mas temos verificado as possibilidades de participar da construção de um estádio no Rio Grande do Sul.