ANS e CEOs da UnitedHealth (Amil), Bristol Myers-Squibb e Fleury debatem desafios do setor de saúde na segunda (9/10)

publicado 02/10/2017 16h40, última modificação 03/10/2017 14h05
São Paulo – Cientistas Fabio Gandour (IBM) e Edgard Morya (Walk Again) abordam novas tecnologias para os negócios da saúde no Fórum Amcham
Fórum de Saúde

Desafios da cadeia da saúde serão debatidos por autoridades, empresários e cientistas no Fórum de Saúde da Amcham-SP

Responsável pelo atendimento de 207 milhões de brasileiros, o sistema público de saúde tem como principais desafios a melhoria da gestão e a falta de investimentos. Em contrapartida, a saúde privada é utilizada por 50 milhões de pessoas com acesso a planos de saúde e tratamentos médicos de qualidade, viabilizadas por tecnologias cada vez mais eficientes e revolucionárias em salvar vidas.

Para debater os desafios da saúde pública e privada e o papel das novas tecnologias de tratamento, a Amcham – São Paulo realiza o Fórum de Saúde na segunda-feira (9/10), das 8h às 12h30, com Leandro Fonseca da Silva, diretor-presidente da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), e os CEOs da UnitedHealth Group (Claudio Lottenberg), que no Brasil é controladora da Amil, Bristol Myers-Squibb (Gaetano Crupi), Fleury (Carlos Alberto Iwata Marinelli), e a startup Hi Technologies (Marcus Figueredo).

Silva debate com Leonardo Paiva, chefe de gabinete da presidência da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a regulamentação e judicialização da saúde. A moderação será de Hélio Ferreira Moraes, sócio do escritório Pinhão e Koiffman Advogados.

Por sua vez, os líderes empresariais compartilharão suas visões sobre o futuro do sistema de saúde na relação com o paciente no painel de empresas. Antonio Antonietto, diretor de Governança Clínica do Hospital Sírio Libanês, aborda a visão dos hospitais sobre o tema.

No terceiro painel, ‘Tecnologia na saúde – muito além da geração de dados’, Fábio Gandour, cientista-chefe da IBM, Ricardo Orlando, CIO da DASA, e Jacson Luiz Fresatto, fundador e Chief Product Officer da Laura Networks, exploram as possibilidades que as novas tecnologias trazem para os negócios da saúde.

O fórum também traz dois talk shows com personalidades científicas. Edgard Morya, coordenador de Pesquisas do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra, aborda o futuro da interação cérebro-máquina na saúde. O outro talk show será com Fresatto, da Laura Networks, que explora o potencial da inteligência artificial no gerenciamento de riscos e salvamento de vidas.

Morya é membro do projeto Walk Again, que desenvolveu um exoesqueleto para membros inferiores controlado por estímulos cerebrais. O aparelho foi usado por um paraplégico para dar o pontapé inicial da Copa do Mundo de 2014.

Fresatto desenvolveu um algoritmo de inteligência artificial capaz de prever e controlar cenários de sepse (infecção sanguínea que pode ser fatal). O empreendedor criou a solução depois de perder a sua filha recém-nascida Laura para a infecção.

registrado em: