Anvisa, indústrias e setor privado debatem cadeia da saúde em seminário da Amcham na quinta-feira

publicado 19/03/2014 08h23, última modificação 19/03/2014 08h23
São Paulo – Evento traz PwC, MSD, Einstein, Sírio-Libanês, Siemens, BD, GV-Saúde e Capital Invest
competitividasde-brasil.jpg-3767.html

Além de movimentar 10% do PIB (Produto Interno Bruto) – R$ 484 bilhões –, a cadeia da saúde emprega três milhões de pessoas e produz mais de um terço da inovação científica brasileira. A Amcham – São Paulo vai organizar na quinta-feira (20/3), às 8h30, o seminário Competitividade Setorial – Saúde, com especialistas da indústria médico-hospitalar, investidores, acadêmicos e governo, para debater as tendências de crescimento do setor e seu impacto na economia.

Estarão presentes no debate a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), PwC, MSD, Siemens Healthcare, Becton-Dickinson, os hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês, GV-Saúde e Capital Invest.

Carlos Suslik, diretor em Gestão de Saúde da PwC, será o moderador dos dois painéis de discussões. O primeiro trata dos desafios na gestão privada da cadeia da saúde, e será formado por João Sanches, diretor de projetos estratégicos da MSD; Claudio Schvartsman, vice-presidente do hospital Albert Einstein; Fernando Narvaez, diretor da divisão de Imagem e Terapia da Siemens Healthcare e Walban Damasceno, diretor de Assuntos Corporativos e Relações Governamentais da BD (Becton-Dickinson).

Aspectos regulatórios e econômicos da cadeia da saúde serão debatidos por Renato Porto, diretor de regulação da Anvisa (Agência Nacional Vigilância Sanitária); Gonzalo Vecina Neto, superintendente corporativo do hospital Sirio-Libanês; Ana Maria Malik, coordenadora da GV – Saúde e Néstor Casado, CEO da Capital Invest – M&A Advisors.