Fórum de TI discute perspectivas para os setores de telecom e infraestrutura, durante grandes eventos esportivos

publicado 29/04/2014 13h16, última modificação 29/04/2014 13h16
Ribeirão Preto - 51% do tráfego móvel global será feito por meio das redes 4G, até 2018. No Brasil, a porcentagem ficará em torno dos 35%, para o mesmo período
osvaldo-keller-1979.html


No ano de 2013, a América Latina registrou a expansão de 65% nas redes 3G. Ainda de acordo com estudos do setor, até o ano de 2018, 51% do tráfego móvel global será feito por meio das redes 4G. No Brasil, a porcentagem ficará em torno dos 35%, para o mesmo período.

Mas, como mitigar o risco dos picos de uso de telefonia, e de infraestrutura, gerados por grandes eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas?

Para responder a essas e outras questões, o Fórum de Tecnologia da Informação, realizado na Amcham-Ribeirão Preto em (24/4), recebeu Osvaldo Keller, gerente de TI da Dpaschoal (confira aqui a apresentação completa) e Felipe Soares, diretor de TI da AGCO (confira aqui a apresentação completa).

Em suas abordagens, os palestrantes tratam de assuntos que vão desde a estratégia ideal até os principais desafios previstos, e não previstos, para a realização dos eventos. Ao falar sobre a integração das plataformas tecnológicas o diretor da AGCO, Felipe Soares, é categórico: “30 bilhões de objetos estarão conectados, até 2020. Como sua empresa ou parceiros estão agindo, questiona o executivo.

A seguir, a íntegra das apresentações de Felipe Soares, diretor de TI da AGCO e Osvaldo Keller, gerente de TI da Dpaschoal, na Amcham-Ribeirão Preto, no dia 24/4: