Nos próximos dez anos, Pernambuco deve crescer em média 2,14 pontos percentuais ao ano acima do Brasil

por giovanna publicado 14/12/2011 12h44, última modificação 14/12/2011 12h44
Recife – Número é positivo, mas mantém Estado na posição de 2ª maior contribuição do Nordeste para o PIB nacional, indica economista.

Pernambuco deve manter posição de destaque no Brasil e continuar a puxar o crescimento na região Nordeste. Enquanto o País tem crescimento previsto de 4% ao ano na próxima década, o Estado deve registrar média 2,14 pontos percentuais acima do desempenho nacional. As informações são de Alexandre Rands, professor doutor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

“Na próxima década, a participação pernambucana no Produto Interno Bruto (PIB) nacional deve passar dos atuais 2,44% para 2,99%. Esse número mostra também que, apesar de viver um bom momento econômico, Pernambuco ainda ficará atrás da Bahia, que já contribui com 3,6% do PIB do Brasil”, analisou Rands, que participou do Encontro de Comitês – Business Round Up, realizado pela Amcham-Recife nesta terça-feira (13/12).

O especialista destaca que os números positivos vêm acontecendo não apenas pelo incremento no consumo, mas também pelo forte investimento no Estado. Ele comenta que já estão sendo executados projetos e empreendimentos que representam quase R$ 60 bilhões em aportes em Pernambuco.

Segundo Rands, outra evidência desse crescimento está no aumento registrado nas importações de bens de capital – aqueles utilizados para a produção de outros bens. “De janeiro a outubro de 2011, a importação de bens de capital em Pernambuco saltou 86,89% em comparação ao mesmo período do ano passado”, comentou.

Renda

Rands alerta que a onda de otimismo vivenciada na economia de Pernambuco não deve se refletir a longo prazo em aumento na remuneração da mão de obra local.

“Quando o mercado desenvolve uma alta demanda por determinada ocupação que não possui muitos profissionais disponíveis na região, isso causa um aumento dos salários para essa ocupação. Entretanto, assim que essa demanda aquecida for suprida, a tendência é que haja uma reacomodação dos valores, acompanhando as médias do restante da região”, analisou.


Pesquisa Amcham Round Up – Perspectivas 2012

Durante o evento, foi apresentada pesquisa da Amcham com as perspectivas do empresariado para o próximo ano. Confira detalhes aqui.