Para 64% dos empresários, sucesso das concessões dependerá da recuperação da imagem do BRASIL

publicado 20/09/2016 17h55, última modificação 20/09/2016 17h55
São Paulo – Setor portuário é o que geraria maior impacto na retomada da economia, avaliam 160 executivos consultados pela AMCHAM
concessoes-pic01.jpg-8260.html

Na visão dos empresários brasileiros, o sucesso do Programa de Concessões anunciado pelo Governo do presidente Michel Temer dependerá da velocidade na recuperação da imagem e credibilidade do País no cenário interno e externo.

A Amcham entrevistou 160 presidentes e diretores de empresas na última sexta-feira (16/9), em São Paulo, durante edição do Seminário Produtividade Brasileira. Para 64% deles, a boa aceitação do plano e dos 25 projetos está atrelada a agilidade do governo no restabelecimento da confiança dos investidores, inclusive no cenário externo.

O ritmo da aprovação de financiamento (13%), licenciamento ambiental (13%) e realização de ‘road show’ com investidores (9%) também são pontos cruciais da boa aceitação no mercado do principal programa do Governo Temer.  

Para a realização de ‘road show’ com bancos, investidores e construtoras, os empresários apontaram prioridades da agenda internacional. Os mercados alvos devem ser: Estados Unidos (47%), China (28%), outros países asiáticos (12%), América Latina (7%), União Europeia (4%) e África (2%).  

Sobre a agenda do programa de concessões, os executivos brasileiros enxergam quase todas obras de infraestrutura como prioritárias. Quando questionados sobre “qual deve a prioridade levando em conta o maior impacto na retomada na economia?”, os executivos listaram nesta ordem: Portos (27%), Ferrovias (24%), geração e transmissão de energia (24%), estradas (19%)  e aeroportos (5%).

Amcham e COA promovem encontro com MICHEL TEMER

A Amcham Brasil, em colaboração com a Council of the Americas (COA), promove na próxima quarta-feira (21/9), em Nova York, almoço empresarial com o presidente do Brasil, Michel Temer.

O evento, fechado e voltado para empresários, investidores e executivos, discutirá a agenda de atração de investimentos do governo brasileiro, o novo programa de concessões de obras de infraestrutura e a agenda bilateral comercial Brasil-Estados Unidos.

A CEO da Amcham Brasil, Deborah Vieitas, e o presidente do Conselho de Administração da entidade, Hélio Magalhães, também CEO do Citi Brasil, acompanham a agenda nos Estados Unidos. O Almoço da Amcham & COA acontece das 11h45 às 14h15 , no Hotel St. Regis.  O pronunciamento será transmitido ao vivo no amcham.com.br, a partir das 13h45 no horário de Brasília.