Pernambuco concederá incentivos fiscais nas cadeias de petróleo e gás, aços planos e metal-mecânica

por giovanna publicado 01/06/2011 14h33, última modificação 01/06/2011 14h33
Recife – Para diretor da Agência de Desenvolvimento Econômico local, esse tipo de ação é fundamental à competitividade do estado.
pernambuco_corpo.jpg

Produtos relacionados à cadeia de petróleo e gás, aços planos e metal-mecânica serão alvo de incentivos fiscais em Pernambuco nos próximos anos, de acordo com Aymar Soriano, diretor de Atração de Investimento da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (ADDiper).

“Os incentivos fiscais são fundamentais para a competitividade de Pernambuco. O fato de o estado estar em bom momento econômico não é suficiente para atrair investimentos. Quem investe está à procura de mercado e o maior volume de consumidores ainda não está no Nordeste. Se as empresas não têm incentivos fiscais, a tendência é que voltem a se instalar em São Paulo e Rio de Janeiro”, argumentou Soriano, que participou do comitê de Comércio Exterior e Logística da Amcham-Recife na última segunda-feira (30/05).

Pernambuco também concederá incentivos relacionados a Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para atrair mais investimentos em infraestrutura, adiantou o diretor da ADDiper. O incentivo consiste na redução do ICMS por meio do crédito presumido, concedido pelo governo e subtraído no momento de pagamento do imposto.