Seminário da Amcham traz estudo inédito e análise da cadeia do agronegócio do País, na terça (12)

publicado 08/08/2014 16h37, última modificação 08/08/2014 16h37
São Paulo - Estudo global sobre segurança alimentar será apresentado com as presenças dos executivos da Louis Dreyfus, BRF e Ministério da Agricultura
agronegocio-foto01.jpg-8072.html

O Brasil ficou em 33º em um ranking de segurança alimentar com 109 nações, segundo estudo da EIU (Economist Intelligence Unit), encomendado pela DuPont, que será apresentado na próxima terça-feira, dia 12/08, no seminário “Perspectivas para o Agronegócio brasileiro” promovido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham), na sua sede, em São Paulo.

O evento vai analisar as perspectivas de segurança alimentar, política agrícola e inovação na cadeia do agronegócio do país. O estudo inédito “Global Food Security Index (GFSI) 2014” será apresentado pelo presidente da Dupont Brasil, Ricardo Vellutini. O índice concluiu também que, apesar dos problemas de infraestrutura, o Brasil está entre os países que mais se destacam em P&D agrícola na América do Sul / Central, com despesa estimada entre 1,5% e 2% do PIB agrícola.

A expectativa é que mais de 100 executivos da cadeia de alimentos e gigantes do agronegócio mundial participem do seminário de Agronegócios da Amcham. Participam também do encontro como painelistas: Adrian Isman, presidente, Louis Dreyfus; Marcos Jank, diretor global de Assuntos Corporativos da BRF; Alexandre Borges, presidente da Mãe Terra; Elisio Contini, pesquisador da Embrapa; Clodys Menacho, diretor Comercial da Alltech; Seneri Paludo, secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura; Marisa Aparecida Bismara, vice-presidente de Agroindústria, Alimento e Nutrição da ESALQ, entre outros nomes.

O seminário “Perspectivas para o Agronegócio brasileiro” acontece no dia 12/08, das 8h às 12h, na sede da entidade em São Paulo (Rua da Paz, 1431, Chácara Santo Antônio). Inscrições e informações pelo site www.amcham.com.br/acontece