Skip to content. | Skip to navigation

Entenda o que é matchmaking e como colocá-lo em prática!

publicado 21/10/2021 16h00, última modificação 15/12/2021 17h03
Troca de ideias, inovações e soluções tecnológicas: entenda o que é matchmaking e como ele pode fazer empresas crescerem juntas.
matchmaking.jpeg

O mercado se dinamizou muito com a transformação digital. E muitas empresas não chegaram a encontrar o tempo necessário para desenvolver soluções maduras e consolidadas antes que seus concorrentes conseguissem também a mesma vantagem competitiva.

Seja para eficiência interna ou para novas experiências ao cliente, a busca por ideias, ferramentas e processos é constante. Com matchmaking é possível acelerar essa inovação e vamos aprofundar mais nisso.

Neste artigo, você verá o que é matchmaking e essa busca por parcerias importantes de mercado, suas vantagens e onde encontrar o match perfeito. Continue a leitura!

O que é matchmaking?

O termo matchmaking é utilizado em diversos contextos, mas todos eles seguem a mesma filosofia: é o pareamento de elementos similares e complementares para que, somados, se tornem algo ainda maior do que suas partes individuais.

Seja nos games, nos apps de relacionamento ou no desenvolvimento empresarial, é uma maneira de encontrar as parcerias mais adequadas para seus objetivos. No âmbito dos negócios, é trazer para mais perto os parceiros que não apenas oferecem uma vantagem prática para sua rotina, mas que também compartilham de ideais, visão de mercado e caminhos de crescimento.

Nesse modelo, empresas buscam soluções já maduras para demandas e metas que possuem, em vez de partirem para um desenvolvimento do zero.

Com uma proposta de mão dupla, o matchmaking permite que você encontre parcerias nas quais ambos podem se beneficiar da troca de experiências e ferramentas, impulsionando o crescimento de todas as partes.

Por que fazer o matchmaking?

A popularidade cada vez maior de negociações desse tipo está relacionada com mudanças de mercado. A tecnologia vem trazendo dinamismo e inovação constante para diversos setores, o que pressiona essas empresas a estarem sempre se adaptando às expectativas de seu público.

Com o surgimento de players com novas propostas de entregas, as demandas por experiências são cada vez mais aceleradas, nem sempre é possível competir por conta própria. Com o tempo gasto para elaborar e executar uma estratégia, alguém já pode ter agido antes de você.

O matchmaking é uma ideia de acelerar inovação sem que esse peso caia sobre você e sua equipe. Com a escolha das parcerias perfeitas, é possível incluir novos softwares, processos e tecnologias na sua rotina em pouco tempo, encurtando o caminho entre a identificação de uma tendência e a adequação a ela.

Quais são as vantagens do matchmaking?

O mais comum para o matchmaking é que seja feita por empresas em realidades diferentes de mercado — seja por tamanho, público-alvo ou até pelas metas estabelecidas.

A ideia é agregar inovação, operação e tecnologia. Por isso, acaba sendo benéfica para negócios em momentos distintos de consolidação. Veja como ela ajuda em cada um desses cenários.

Para grandes empresas

Apesar de terem mais recursos para inovar e testar novas estratégias, as grandes empresas acabam com alguns processos mais engessados devido à necessidade de alinhamentos entre muitas partes.

Neste caso, o matchmaking corta todas as etapas de ideação e validação para buscar soluções já prontas no mercado que possam ajudar a atingir novos objetivos. Geralmente, startups especializadas que já conseguiram consolidar uma entrega inovadora em determinado nicho.

Para médias empresas

As médias empresas estão sempre em uma situação curiosa: já solidificaram sua marca no mercado e estão crescendo, mas ainda não têm os recursos necessários para brigar com as grandes.

Por isso, um bom matchmaking pode dar exatamente o que elas precisam, uma operação inovadora e aumento da eficiência produtiva que compita com líderes de mercado pela otimização de seus processos e proximidade maior com os clientes.

Para startups

As startups são os alvos mais buscados para matchmaking, já que geralmente começaram de uma solução inovadora que ataca demandas dormentes.

Para elas, essas parcerias com empresas maiores adiciona recursos e estabilidade para desenvolver ainda mais sua proposta. Além disso, pegam emprestado a imagem das marcas que deram match, para aumentar o alcance de seu público.

Quais são as principais formas de fazer matchmaking?

O matchmaking na maioria das vezes é feito de maneira assíncrona. Uma empresa maior busca em soluções menores algo que pode contribuir para seu posicionamento no mercado.

Mas isso não quer dizer que o match não possa ser mais equilibrado: empresas de tamanhos similares, mas que não competem diretamente. Geralmente, somam duas propostas complementares que, juntas, contribuem para o crescimento de ambas.

As parcerias de matchmaking podem ser também diferenciadas pelo modelo. Alguns são contratos temporários, para atender demandas específicas. Muitas se solidificam tanto que evoluem para uma fusão ou aquisição corporativa. Tem, inclusive, aquelas que se adequam para uma troca de expertise e de ideias, um hub focado em inovação entre várias empresas.

Quais são os cuidados necessários ao procurar uma parceria? 

Se você acha que uma empresa maior, similar ou menor que a sua pode oferecer soluções e processos que aprimorariam imediatamente os resultados da sua empresa, é hora de tentar fazer matchmaking.

Porém, é preciso muito cuidado em alguns pontos dessa jornada. Em primeiro lugar, escolher as parcerias que de fato contribuirão com o negócio, seja em soluções práticas ou inovações estratégicas.

Com essas alternativas mapeadas, existe outra camada dessa possível troca. Você deve ir além da solução em si e entender bem o momento da outra empresa, seus objetivos de futuro e até como é a cultura de trabalho dentro dela.

Afinal, um relacionamento se faz com comprometimento, cooperação e bilateralidade. O match perfeito é aquele que se encaixa no que você precisa, mas também que você tenha algo a oferecer em troca. É uma ideia de sucesso mútuo.

Como a Amcham pode ajudar nesse sentido?

Analisando tudo o que conversamos até aqui, fica claro que o matchmaking só atinge seu potencial quando você consegue escolher bem as empresas com as quais vai trocar informações, inovações e tecnologia. Se você começar agora, vai perceber que não é tão fácil encontrar a parceria perfeita no mercado.

Nesse sentido, a Amcham pode facilitar muito o seu trabalho. Com um hub de negócios focado em empresas de vários setores e portes, somos uma facilitadora de negócios ao reunir players com essa vontade de crescer em um único ambiente.

No Amcham Lab, conectamos startups, ecossistemas de inovação e empresas de todos os portes em processo de construção estratégica de planos de inovação aberta. No dia a dia, promovemos mais de 2 mil atividades anuais direcionadas ao networking corporativo.

Agora que você sabe o que é matchmaking e como pode acelerar seu crescimento, faça parte da Amcham e abra novos horizontes para a sua empresa!