Big Data contribuiu para aumento do faturamento da lavanderia 5àsec

por lays_shiromaru — publicado 31/07/2015 10h28, última modificação 31/07/2015 10h28
São Paulo – Integração entre marketing e TI foi fundamental para sucesso, segundo diretor da rede

A utilização de Big Data contribuiu para o aumento do faturamento da 5àsec em algumas regiões de atuação da rede de lavanderias. De acordo com Sérgio de Souza Carvalho Júnior, diretor de Marketing, TI e CRM/SAC, a análise de dados permitiu que a empresa transformasse crises em oportunidades.

Na zona norte de São Paulo, uma das mais afetadas com a crise hídrica na cidade, a procura pelos serviços da rede cresceu significativamente. “Percebemos que isso tinha que ser tratado no balcão, com ações pontuais. Em algumas lojas, mostramos como podemos fazer lavagem a seco e contribuir para a economia de água”, explicou, em participação no comitê de Marketing da Amcham-São Paulo, em 29/07.

Ele conta que foi também uma oportunidade de fidelizar os clientes. “Ao invés de jogar o preço lá para cima, fizemos promoções para que as pessoas entendessem que somos parceiros. Foi uma estratégia de retenção e conquista de novos clientes”, destaca.

As ações só foram possíveis com a integração das áreas de marketing e TI, que acontece na empresa há três anos, segundo Carvalho. Essa junção é tendência em todos os mercados, de acordo com Fabrício Cardoso, sócio da EY e também palestrante no comitê da Amcham. “O alinhamento ou a fusão dos papéis desses departamentos nos próximos anos é previsão de várias instituições de pesquisas”, comentou.

Com a parceria entre essas áreas da operação brasileira – a maior da rede, inclusive do que a matriz francesa –, a 5àsec desenvolveu um sistema para concentrar e analisar informações sobre os clientes e seus comportamentos de consumo. “Por meio de ferramentas de geomarketing, consigo ver se os clientes moram ou trabalham perto de determinada loja, o que é importante na hora de planejar ações de marketing, como mala direta”, exemplifica.

A tecnologia está sendo exportada para as outras unidades de operação da rede, de acordo com Carvalho. “A matriz viu que o nosso sistema, comparado com o dos outros países, é bem mais completo e traria uma melhor gestão para o grupo como um todo. Agora estamos unificando. A base de toda 5àsec será esse sistema desenvolvido no Brasil”, diz.

registrado em: