Case Westrock: 4 dicas para adotar o ‘anywhere office’ na sua empresa

publicado 07/10/2021 18h57, última modificação 07/10/2021 18h57
Para a WestRock, o futuro já começou e, mesmo à distância, seus colaboradores estão mais conectados do que nunca
Podcast_banner_destaque_#11_(1).jpg

Case WestRock: o home office ficou para trás, mas o futuro é trabalhar em qualquer lugar

Apesar do susto inicial, o trabalho à distância caiu no gosto das pessoas. Líder mundial na produção de papel, a WestRock aderiu ao método Work From Anywhere: cerca de 300 funcionários das áreas corporativas e divisionais continuarão trabalhando de forma remota, de onde desejarem, mesmo com o fim da pandemia.  

A decisão foi tomada após 70% dos colaboradores da organização expressarem preferência pelo home office – e a produtividade foi peça-chave nessa equação. De acordo com a WestRock, metade do seu corpo de funcionários disse ser mais produtivo no trabalho remoto e o restante não sentiu alteração na qualidade dos seus trabalhos. 

O ambiente híbrido agrada a todos e, no episódio da semana do nosso podcast, convidamos Heloisa Lopes, Diretora de Recursos Humanos da WestRock, para falar sobre a jornada da empresa em direção ao escritório do futuro. Além disso, contamos com a participação especial de Bruno Ortolani, Gerente de 4P’s da HP, como especialista do case. 

Você pode conferir os detalhes, alegrias e ciladas desse papo no último episódio do ‘Um Case pra Chamar de Seu’, disponível na sua plataforma favorita. 

O CASE WESTROCK: ESCRITÓRIO DO FUTURO 

Para os colaboradores da WestRock, colocar em prática o Work from Anywhere não foi uma surpresa e a empresa já vinha fazendo sua lição de casa muito antes da chegada da pandemia ao Brasil. Ao mudar de escritório, a alta liderança da companhia decidiu fazer mudanças também na sua forma de trabalhar e instituiu dias obrigatórios de home office.  

Sem estações de trabalho fixas, com menor número de lugares do que de pessoas, e apenas com lockers individuais, a WestRock se adaptou ao novo mundo para continuar sendo atrativa para as próximas gerações antes mesmo da pandemia forçar boa parte do mercado a se adaptar instantaneamente. “Quando implementamos essa obrigatoriedade do home office, já precisamos desenvolver uma infraestrutura que nos ajudasse a ficar em casa. Por isso, não foi traumático do ponto de vista de comunicação essa migração da pandemia. Nós já estávamos com a base de TI formada”, conta Heloisa Lopes.

Além de flexibilidade para os colaboradores e redução de custos, a empresa abriu as portas para a diversidade cultural, de pensamento e de perfis ao quebrar barreiras geográficas. “Queremos ser uma empresa inovadora, então, precisamos trazer soluções que ajudem a estimular o processo inovação”, diz a Diretora de Recursos Humanos da companhia, ressaltando que esse ambiente de trabalho do futuro fortalecerá o propósito da companhia de entregar soluções únicas e sustentáveis.

Sediado em Campinas, o escritório da WestRock no Brasil ganhará um novo propósito. O local foi pensado para gerar conexão entre as pessoas e colaboração para construir juntas novas ideias, deixando as atividades individuais e reuniões para os dias de trabalho remoto. ​

É um ganho para a empresa, mas para as pessoas também – e não há saída: se o home office for proibido, um terço dos profissionais cogitaria mudar de emprego, diz uma sondagem da consultoria Robert Half. Mas como adotar um modelo híbrido de trabalho e quais cuidados as empresas devem ter? 

 

1- OUÇA OS COLABORADORES

Se antes ser flexível e adaptativo era um diferencial no mercado de trabalho, hoje é uma questão de sobrevivência. “Não há uma única resposta para todas as empresas. Às vezes, o que eu implementei como anywhere não é exatamente o que você vai implementar. Por isso, ouça seus colaboradores. Nós começamos com uma pesquisa que foi reveladora para desenhar o que queríamos para organização, alinhada com a nossa cultura e clareza sobre onde queríamos chegar”, revela Heloisa Lopes. 

 

2- REVISE SUAS POLÍTICAS

Entendendo que a mudança é também estrutural, é hora de revisar benefícios e contratos: o que é realmente necessário para o trabalho híbrido?

Auxílio financeiro para contratação de uma boa rede de internet, auxílio para a compra de móveis e equipamentos ergonômicos e oferecer móveis do antigo escritório para os funcionários que se interessarem – essas são apenas algumas das ações que a WestRock adotou para proporcionar uma estrutura de trabalho adequada para os seus colaboradores, e que podem ser aplicadas em qualquer empresa.

 

3-    FAÇA O ANÚNCIO  

Ter anunciado o Work from Anywhere em março deste ano trouxe um enorme ganho e motivação para os colaboradores da WestRock, mas o acompanhamento é um elemento crucial para o sucesso do novo formato de trabalho na empresa. “Nós, como empresa, estamos aprendendo a trabalhar e diminuir os impactos que a mistura de vida profissional e pessoal podem ter”, conta a Diretora de Recursos Humanos. 

SAIBA MAIS: Case Kordsa: 4 dicas para ser um case de sucesso em gestão de pessoas

 

4-    FIQUE ATENTO AO FUTURO

As empresas que mais sofreram para se adaptar ao home office durante a pandemia foram as organizações menos inovadoras, que não estavam atentas ao mercado. A WestRock, apesar do pioneirismo de ser uma das primeiras do Brasil a adotar um modelo de trabalho flexível permanentemente, já entendeu que nunca poderá parar de olhar e reavaliar se o WFA continua sendo o modelo ideal para a companhia. 

Se prepare e estude as tendências, se adaptando antes de uma necessidade brusca, e utilize a tecnologia a favor da empresa. A tecnologia tem que ser um fator para auxiliar os funcionários e empresas, e tem solução para todo tipo de empresa e tamanho de negócio”, ressalta Bruno Ortolani, da HP. 

Confira outras dicas de Heloisa Lopes e Bruno Ortolani no episódio bônus do ‘Um Case pra Chamar de Seu’ e fique por dentro dos bastidores do mundo corporativo.

UM CASE PARA CHAMAR DE SEU

Você já conhece o nosso podcast? No Um Case pra Chamar de Seu, nós convidamos CEOs, empreendedores e especialistas de todo o Brasil para conversar sobre negócios, gestão de pessoas e inovação com transparência e leveza.

Os episódios vão ao ar todas terças e quintas no seu streaming de áudio favorito. Quer ser avisado sempre que um novo episódio for lançado? Cadastre-se aqui e receba o alerta de novos cases.