Como engajar e aumentar a produtividade de seu time em home office?

publicado 06/04/2020 14h28, última modificação 06/04/2020 14h28
Rio de Janeiro – Conheça as estratégias e ferramentas adotadas por grandes empresas para a gestão de equipes à distância
O trabalho remoto, até em tão adotado por uma pequena parcela de empresas brasileiras, ganhou protagonismo nas últimas semanas.jpg

O trabalho remoto, até em tão adotado por uma pequena parcela de empresas brasileiras, ganhou protagonismo nas últimas semanas

Em meio à pandemia do Coronavírus, o trabalho remoto foi uma das principais soluções implementadas por empresas em todo mundo. Muitas delas, no entanto, ainda não possuem uma política de home office e enfrentam diversos desafios. Neste momento em que o distanciamento social é necessário, manter a equipe próxima e integrada se torna ainda mais importante para atingir bons resultados nos negócios. Mas, como acompanhar de perto e trabalhar a capacitação, o engajamento e a motivação do seu time à distância? Bruno Amaro, Business Development & Accounts Executive da Brunel, respondeu a estas e outras questões durante nosso webinar "Gestão de equipes à distância: como capacitar, engajar e aumentar a produtividade de seu time no modelo home office", realizado no dia 03/04.

O trabalho remoto, até em tão adotado por uma pequena parcela de empresas brasileiras, ganhou protagonismo nas últimas semanas em virtude das quarentenas obrigatórias implantadas nas principais cidades do país. Com isso, o brasileiro, reconhecido mundialmente por seu perfil caloroso, precisou se adaptar à nova rotina de trabalho. Reuniões, antes presenciais, agora são realizadas por vídeo conferências, aumentando os desafios para o gerenciamento e integração das equipes. Durante o webinar, o especialista da consultoria de Recursos Humanos destacou alguns pontos que os gestores devem ter atenção e recomendou práticas para manter a performance das equipes. Confira abaixo:

 

Segurança da informação: para o trabalho à distância, é preciso ter confiança e transparência. “Se não tiver confiança em seu time, você ficará somente em métricas e será menos estratégico”, ressaltou.

Local de trabalho adequado: é importante ter um local reservado para o desempenho das funções do dia-a-dia. “O trabalho remoto requer disciplina, é preciso estar em local adequado e com a roupa propícia para o ambiente de trabalho”.

Carga horária: reservar o horário de trabalho para o cumprimento das tarefas. “Mesmo que estejamos em um momento de adaptação a esta rotina, é interessante manter um horário fixo de trabalho para não sobrecarregar seus times e manter uma rotina saudável”.

Engajamento das equipes: é importante realizar reuniões frequentes com o time. “Quando estamos em home office, perdemos um pouco da espontaneidade do dia-a-dia. Escute seu colaborador, certifique-se de que ele está se adaptando bem a rotina. Realize calls ou vídeos chamadas periódicas não somente no intuito de acompanhá-lo, mas também de escutá-lo e manter o elo com ele”.

Acompanhamento: mesmo à distância, o líder deve garantir os resultados. “Utilize métricas de desempenho, seja através de reuniões, de seu CRM, planilhas ou outras ferramentas que o time estiver mais acostumado. Além de ser necessário para os bons resultados, você pode auxiliá-lo nas principais dificuldades que porventura esteja encontrando na adaptação à rotina”.

Horário flexível: esteja atento a rotina de seu colaborador e as condições para realizar seu trabalho. “Neste momento, mais do que nunca, o gestor precisa ter uma postura flexível, entendendo que famílias com crianças ou idosos, por exemplo, podem precisar estabelecer pausas ou até mesmo trabalhar em horário diferenciado. Não gerencie horas, gerencie resultados”.

 

LEGISLAÇÃO DO TRABALHO

Outro ponto importante é que o gestor esteja atento às medidas provisórias 936 e 937, recentemente adotadas pelos órgãos governamentais e que estabelecem a implementação do tele trabalho, incluindo distribuição de custos para manutenção da estrutura das atividades neste formato. “Não esqueçamos a ergonomia. Precisamos garantir as condições adequadas de trabalho”.

 

CONHECENDO O COLABORADOR

Uma das metodologias já amplamente difundidas para gestão de equipes é a DISC, que possibilita o conhecimento do perfil comportamental do colaborador. O sistema estabelece quatro perfis comportamentais nas equipes: comunicador, planejador, executor e analista. Para ele, esta pode ser uma importante ferramenta para garantir o desempenho e engajamento do time neste momento. “Os comunicadores precisam estar em contato frequente com seu líder e com os demais membros da equipe, enquanto os executores desempenham melhor suas funções quando estão voltados para metas ou resultados. Para os analistas, o líder precisa se certificar de que irão além dos detalhes e conseguirão cumprir os prazos. E, para os planejadores, deve acompanhar para que não posterguem realizações em nome de um melhor planejamento quando há urgências por resultados”.

 

O QUE SÃO OS WEBINÁRIOS?

São transmissões ao vivo de bate-papos e entrevistas, exclusivos online, sobre diversos assuntos do mundo empresarial.

PARA QUEM SÃO?

Para todos os associados, sem limites de participantes, sendo encontros online e gratuitos.

COMO FUNCIONAM?

São mais de 30 atividades online ao ano disponibilizadas em tempo real e através da plataforma Amcham Connect.