Copa 2014 terá impacto significativo em estratégias de marketing das empresas pernambucanas, aponta pesquisa da Amcham

por giovanna publicado 31/05/2012 12h10, última modificação 31/05/2012 12h10
Recife - Quase 90% dos consultados indicam essa perspectiva e traçam tendências de investimentos nessa área.
copa_foto.jpg

Os cinco jogos da Copa do Mundo de 2014 previstos para Pernambuco terão efeito significativo sobre as estratégias de marketing das companhias que atuam no Estado. Pesquisa realizada pela Amcham-Recife com executivos e empresários do segmento mostra que 54% deles consideram que o evento esportivo impactará fortemente as ações nessa área e 35% acreditam em influência moderada, totalizando quase 90% dos respondentes.  

Apenas 4% dos entrevistados consideram que os jogos não terão efeitos sobre o planejamento de marketing das empresas pernambucanas.

As ações de marketing relacionadas à Copa de 2014 que estão sendo planejadas no Estado envolvem principalmente campanhas de propaganda e publicidade, como apontaram 39% dos respondentes, mas também estratégias como promoções (28%) e lançamento de novos produtos (21%). Uma parcela de 32% dos consultados ainda não está programando ações com a temática da Copa.

Redes sociais ganham relevância

O levantamento da Amcham identificou que, em 2012, os investimentos em marketing das empresas pernambucanas, na maior parte dos casos (65%), serão de até 10% do faturamento. Apenas 4% falam em destinar verbas acima de 20% do faturamento.

Esses recursos, neste ano e nos próximos, serão aplicados em ferramentas variadas, mas com concentração nas redes sociais, as preferidas de 58% dos respondentes.  Outras estratégias aparecem com indicações mais tímidas, caso de CRM e marketing direto (7%), propaganda e publicidade (4%) e patrocínio, feiras e eventos (4%).

Regionalização

Questionados se acreditam que a regionalização das marcas é uma tendência para Pernambuco nos próximos anos, os entrevistados responderam na grande maioria afirmativamente (76%).

A justificativa para os que não creem na regionalização está apoiada na tese de que essa prática não traria retornos expressivos (67%).

Panorama de Marketing em Pernambuco

A sondagem foi aplicada junto a 57 empresários e executivos da área de marketing durante o 8º Panorama de Marketing em Pernambuco da Amcham-Recife em 26/04. Trata-se de um dos eventos mais tradicionais da entidade, realizado todos os anos para debater as tendências do marketing no Estado.

 

 

 

registrado em: