Diversidade e inclusão: 4 pilares para adotar práticas efetivas e transformar negócios

publicado 09/09/2021 15h43, última modificação 09/09/2021 15h43
Descubra como acelerar mudanças e se preparar para um futuro corporativo de pluralidade
pilares fórum de diversidade.png

Para acelerar mudanças e construir empresas inclusivas é preciso transformar culturas e empoderar pessoas.

Diversidade e inclusão são temas importantes e essenciais para o desenvolvimento de qualquer organização. Muitas empresas, por já se conscientizarem disso, têm investido em políticas e ações estratégicas de D&I.

No entanto, para obter resultados relevantes e cada vez maiores, é preciso assumir um caráter mais focado na efetividade e no papel estratégico da diversidade e inclusão nas empresas. Assim, para favorecer tais discussões e gerar conexões transformadoras, realizaremos nos dias 15 e 16 de setembro o nosso Fórum de Diversidade 2021 -  totalmente online.

Com o objetivo de acelerar mudanças que contribuam para a construção de empresas diversas e inclusivas, o nosso Fórum de Diversidade foi estruturado sob 4 pilares: Liderança, Comunicação + Marketing, Cultura e Futuro, os quais são fundamentais para adotar práticas efetivas e transformar negócios.

Descubra como esses pilares podem contribuir para promover a diversidade e inclusão nas empresas:

 

LIDERANÇA: A IMPORTÂNCIA DO TOP DOWN

Diversidade deve estar no topo, atuando como pilar estratégico da organização. É fundamental que os líderes empresariais assumam seu papel na gestão da diversidade e entendam a importância do top-down, ou seja, o mindset D&I deve ser, na hierarquia organizacional, de cima para baixo.

Um estudo sobre diversidade e inovação, realizado pela Boston Consulting Group (BCG) em 2017, colocou a diversidade sob o fator prioridade estratégica, onde a alta administração e o CEO apoiam a diversidade claramente. Observou-se que 56% dos respondentes consideraram esse fator como um pré-requisito importante para as empresas. Contudo, apenas 35% das corporações realmente tinham a diversidade como prioridade estratégica.

O mesmo estudo aponta que empresas com equipes de lideranças diversas possuem uma receita de inovação acima da média: companhias com maior diversidade relataram uma receita média de inovação de 45%, contra apenas 26% de receita de inovação das companhias com menor índice de diversidade.

Diante desse cenário, adotar práticas efetivas de diversidade e inclusão com o apoio, investimento e engajamento da alta liderança é crucial e urgente para construir empresas diversas e transformar negócios.

A liderança inclusiva não só valoriza a diversidade de pensamentos, ideias e pessoas, como também garante segurança física e psicológica aos seus colaboradores.

 

CARTILHA EXCLUSIVA: “Diversidade e Inclusão: o que é D&l e o que ela pode fazer pelo seu negócio?". Faça o download gratuito aqui

 

COMUNICAÇÃO + MARKETING: PROPAGANDO A DIVERSIDADE

Para construir empresas inclusivas, é primordial acelerar mudanças, inclusive na comunicação organizacional. Com cada vez maior relevância na sociedade, D&I tem quebrado tabus e aberto espaços para debates necessários dentro das empresas, como, por exemplo, a igualdade de oportunidades e desenvolvimento de carreira para mulheres, negros, LGBTI+, pessoas com deficiência, entre outros grupos.

Nesse sentido, as empresas devem usar a comunicação e o marketing como ferramentas estratégicas para se posicionarem diante da sociedade e dos stakeholders, comprovando sua responsabilidade social. Não é sobre fazer campanhas publicitárias com prazo de veiculação: é sobre usar a voz da marca para se posicionar à favor das minorias e da equidade.

Tal posicionamento favorece a reputação da marca, evidenciando o comprometimento com a agenda de diversidade corporativa e inclusão. Além de tornar a organização um lugar em que as pessoas desejam trabalhar e construir carreira.

Desenvolver uma comunicação corporativa inclusiva é importante também internamente. Por isso, investir em estratégias de employer branding e endomarketing contribui para que os colaboradores e clientes se identifiquem com a cultura da empresa, estejam cientes das ações de D&I da organização e priorizem o respeito às diferenças.

Em 2020, a Pesquisa Global de Diversidade e Inclusão da PwC observou que 63% dos líderes acreditavam que suas organizações estavam comunicando as informações e dados sobre diversidade e inclusão com regularidade, mas apenas 42% dos funcionários concordavam com essa afirmação.

Esse dado expõe a necessidade de se ter uma comunicação e marketing transparentes e em conformidade com a cultura e posicionamento da empresa. Metas, dados e políticas devem ser sempre comunicadas aos colaboradores, e os mesmos devem ser ouvidos, com suas opiniões respeitadas e valorizadas.

 

LEIA MAIS: 3 passos práticos para dar voz às minorias na sua empresa

 

CULTURA: TRANSFORMANDO EMPRESAS EM COMUNIDADES

Construir uma cultura inclusiva e diversa nas empresas não é uma tarefa fácil, mas é possível e crucial para transformar negócios e ter responsabilidade social. Atualmente, as empresas têm deixado de ser apenas um lugar para se trabalhar para serem um lugar de representatividade e comunidade, no qual as pessoas podem se sentir orgulhosas e felizes em fazer parte. 

Assim, para que todas as pessoas, independentemente de raça, gênero, origem, idade, deficiência ou orientação sexual se sintam representadas e valorizadas em seu ambiente de trabalho, as empresas devem enxergar diversidade e inclusão como uma luta por direitos que transformam vidas, e, mais do que isso, como uma ferramenta prática para a gestão estratégica do negócio.

Segundo a pesquisa Diversidade nas empresas: o que os dados nos contam, desenvolvida pela Opinion Box com a HSM Management, 58% dos entrevistados consideram importante que a empresa em que trabalham apoie a diversidade.

Empresas com culturas organizacionais diversas e inclusivas proporcionam ambientes de trabalho mais acolhedor e empático, favorecendo a produtividade, criatividade e colaboração e reduzindo os julgamentos e discriminações.

Diversidade e inclusão são peça chave na construção de uma cultura de tolerância em que o diferente é respeitado e valorizado. Portanto, para transformar negócios, é preciso transformar cultura. Para isso, a organização deve estar apta e disposta a adotar práticas efetivas que aceleram mudanças de mindset e comportamento organizacional.

 

FUTURO: DIVERSIDADE E INCLUSÃO SÃO O DNA DA EMPRESA DO AMANHÃ

As empresas que desejam fazer parte do futuro precisam entender o papel estratégico da diversidade e inclusão e adotar práticas efetivas que as façam trilhar tal caminho.

Um estudo de 2015 da Deloitte University afirma que 83% dos Millennials são ativamente mais engajados quando acreditam que a empresa promove uma cultura inclusiva. O mesmo estudo aponta ainda que em 2025, os Millennials - também conhecidos como Geração Y -  serão quase 75% da força de trabalho no mercado.

Diante desse cenário, é evidente que as empresas precisam, com certa urgência, se transformar para receber essa nova geração de colaboradores, mais exigentes no que diz respeito à responsabilidade e posicionamento social das organizações em que trabalham e das marcas que consomem.

Portanto, a receita para se preparar para o futuro consiste em receber apoio da alta liderança e adotar estratégias que tornem D&I parte do DNA da cultura organizacional, sem esquecer do papel fundamental de comunicação e marketing. 

Fique por dentro do nosso Fórum de Diversidade 2021 e abarque ações práticas e insights relevantes para acelerar mudanças que ajudarão a transformar negócios e construir empresas inclusivas. Garanta sua vaga e inscreva-se aqui.



Saiba mais sobre a agenda do Fórum de Diversidade - clique aqui