Identificar quem são os talentos ainda é dificuldade para corporações

por giovanna publicado 24/03/2011 18h20, última modificação 24/03/2011 18h20
Salvador – Sem liderança preparada para a tarefa, processo de retenção fica dificultado.
identificar_materia.jpg

Mais importante do que remuneração e planos de carreira, a retenção de talentos é determinada pelas ações dos líderes. É essencial que os profissionais no comando das equipes estejam preparados para identificar e dar tratamento personalizado aos talentos, trabalhando junto com eles. Esta é a melhor estratégia para retenção, garate Frederico Machado, sócio diretor da MCE Engenharia.

“Líderes não são estrelas, e muitas empresas ainda não veem isso. O líder é o responsável direto pela retenção de bons funcionários. Ele precisa trabalhar junto a seu time para identificar quem são os talentos. É o líder quem deve dar tratamento customizado a cada membro da equipe, estando próximo de todos para ser capaz de conceder feedbacks constantes e o reconhecimento que os profissionais mais talentosos exigem”, explicou Machado, que participou em 22/03 do evento “Empreendedorismo – Gestão Estratégica de Pessoas: Retenção de Talentos”, realizado pela Amcham-Salvador.

De acordo com Machado, no Brasil, a figura do líder passou por grandes mudanças nos últimos três anos como conseqüência da crise global. “Aqui, nos espelhávamos muito no modelo americano de liderança, onde um indivíduo alcançava os resultados sozinho. Havia esse destaque imenso para a figura do líder que era quem levava todo o reconhecimento por um resultado positivo. Com a crise, esse líder desapareceu”, afirmou ele.

registrado em: