Interação e inovação permitem campanhas publicitárias diferenciadas

por agrimaldo — publicado 31/10/2010 13h21, última modificação 31/10/2010 13h21
Recife - Ações de marketing tradicionais não são mais garantia de sucesso.

A utlização de estratégias de marketing convencionais não é mais a garantia de sucesso em campanhas publicitárias. Em busca de divulgação diferenciada de um produto ou serviço, empresas apostam em ações inovadoras e na maior interação com o público-alvo.

"Não acredito mais em campanhas que falam. Campanhas publicitárias que só transmitem mensagens não são mais relevantes. O consumidor quer ter controle, participar, modificar, personalizar. A propaganda hoje está concorrendo com o conteúdo, e a forma de pensar da internet e dos games não é mais exclusividade dos jovens. Tudo o que acontece hoje e faz parte do mundo é interativo, participativo. A comunicação publicitária precisa ser também", disse Ricardo Rique, diretor de Planejamento e sócio da Casa Comunicação, que participou na sexta-feira (27/10) do comitê de Marketing da Amcham - Recife.

Para ilustrar sua afirmação, Rique cita o caso da campanha "JC É Pá Pum", criada pela Casa Comunicação para o Jornal do Commercio. A ação teve como objetivo principal divulgar comercialmente a área de classificados do períodico, aumentando a venda de anúncios através de uma campanha publicitária que estimulava a participação de internautas com a criação de vídeos relacionados a um jingle. Os melhores filmes foram premiados e veiculados em anúncios de televisão.

Ação diferenciada

O diferencial da campanha, segundo o publicitário, foi a forma como a ação publicitária foi concebida. "Pela primeira vez, a campanha não vende o produto final. As 103 peças publicitárias criadas vendem o jingle da campanha e não o produto classificados. O produto foi vendido através da música, da interação e da participação da população. Nosso mérito foi perceber e reforçar isso" , contou.
 
A campanha "JC É Pá Pum" resultou em aumento de 200% na procura, via telefone, por anúncios nos classificados do Jornal do Commercio. Além disso, houve acréscimo de 39% no faturamento. Forma mais de 150 vídeos os vídeos inscritos via web. "Além disso, e não menos importante, a campanha trouxe um referencial de marca para o classificados do jornal.", pontuou Rique.

registrado em: