Internet das coisas: segurança também vai evoluir para garantir privacidade

publicado 12/07/2013 17h27, última modificação 12/07/2013 17h27
São Paulo – Dados de automóveis conectados deverão ser protegidos, diz engenheiro da Fiat, em podcast

 

 

À medida que avança para conectar “as coisas” do uso diário dos indivíduos e das empresas, como casas, trabalho e automóveis, a tecnologia vai ter de progredir para assegurar a privacidade dos dados técnicos e do perfil dos usuários. A avaliação é de Paulo Matos, gerente de Planejamento Estratégico em Inovação da Fiat, no podcast abaixo.

Durante comitê de TIC (Tecnologia da Informação e da Comunicação) na Amcham São Paulo, quinta-feira (11/07), Matos disse que, em breve, os carros serão conectados pela internet para oferecer serviços e facilidades aos motoristas.

É o avanço da chamada internet das coisas que, entre outras coisas, vai se estabelecer na indústria automotiva. “O departamento de TI está deixando de ser suporte para passar a ser um business [na indústria automotiva]”, diz.

registrado em: