Introdução de novas tecnologias nas empresas impulsiona transformação de negócios

publicado 22/11/2013 16h34, última modificação 22/11/2013 16h34
São Paulo – Agilidade, redução de riscos operacionais e mais interação com clientes são alguns dos benefícios desses novos modelos
introducao-foto01.jpg-8323.html

Ao entrar numa loja de varejo, Sérgio Alexandre Simões, líder de IT Sourcing e Governance da PwC, ficou impressionado ao ver que os consumidores recebiam tablets na entrada, para ajudá-los a buscar e comparar produtos, facilitando as compras. “Isso é prova de como a tecnologia vem transformando nossos modelos de negócio”, disse ele durante palestra ao comitê de Finanças da Amcham, em 14/11.

De acordo com Simões, para atender a crescente demanda dos clientes por mais interatividade e inovação, as empresas se preocupam em trazer tecnologias que ofereçam mais eficiência e melhor desempenho aos times. Na gestão financeira, por exemplo, a maioria das operações – como lançamentos transacionais, consolidação de resultados e geração de relatórios – passou a ser feita por sistemas nos últimos anos. “Com a introdução da tecnologia nas empresas, as equipes ganham agilidade nos processos e também podem reduzir riscos operacionais”, conta.

Além disso, de acordo com pesquisas da PwC, o volume de dados cresce mais de 40% ao ano, enquanto o custo de storage, isto é, de armazenamento de informações, cai 45%. Para Simões, esses números também representam um incentivo para a transformação dos negócios. “Hoje, as empresas tomam decisões baseadas em dados: um sistema mostra o desempenho do negócio, e as ações são decididas a partir disso”, diz.

No entanto, mesmo com a necessidade de se adaptar às novas tecnologias, ele alerta que as empresas precisam estar atentas ao que deve ser incorporado ou não no dia a dia de trabalho. “Algumas pessoas se entusiasmam demais com o surgimento de novos devices e programas, e acabam comprando todas as novidades. No entanto, é preciso analisar quais são realmente importantes e úteis para a companhia, evitando gastos desnecessários”, aconselha.

 

registrado em: