Liderança do CEO é um dos pontos-chave para êxito de iniciativas de sustentabilidade nas empresas

por marcel_gugoni — publicado 11/10/2012 16h44, última modificação 11/10/2012 16h44
Recife – Executivo da Scholle Packaging elencou cinco outros fatores relacionados com a estratégia de negócios, a gestão de pessoas e a capacidade de mensuração de resultados.
roberto_bucker_195.jpg

A gestão de iniciativas de sustentabilidade nas companhias terá mais êxito se observar um conjunto de pontos relacionados com a estratégia de negócios, a gestão de pessoas e a capacidade de mensuração de resultados. Roberto Bucker, CEO da Scholle Packaging, considera que uma das prioridades é que o próprio CEO lidere as ações corporativas nessa área. 

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham

“O consumo de recursos naturais hoje é 25% superior ao que a natureza é capaz de repor, então temos um problema de sustentabilidade a longo prazo”, afirmou Bucker na 7ª edição do CEO Fórum da Amcham-Recife na última quarta-feira (10/10). 

Ele argumenta ainda que, assim como as nações, as companhias têm responsabilidade direta pela preservação desses recursos. 

“Se olharmos as 100 maiores entidades econômicas mundiais, 51 delas são empresas e 49 são países. Temos, portanto, grandes empresas com faturamento superior ao tamanho de alguns PIBs [Produtos Interno Bruto] no mundo”, aponta. 

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui

Confira os seis pontos-chave indicados por Bucker durante o evento da Amcham. 

CEO na liderança da pauta 

Tanto em empresas menores quanto maiores existe uma maior efetividade do resultado de práticas de sustentabilidade se o CEO da empresa liderar esse processo, destacou Bucker. 

Leia mais: Desenvolvimento de lideranças deve priorizar fortalecimento dos pontos fortes

“Mais de 67% das empresas que têm a pauta de sustentabilidade liderada pelo CEO consideram que estas ações possuem alta eficiência na companhia”, afirmou o executivo, citando dados da pesquisa Survey of Corporate Sustainbility Executives, realizada em 2007 pelo Corporate Executive Board Research. 

Objetivos e metas articulados 

Uma vez que a liderança esteja envolvida, é preciso articular objetivo e metas de uma forma concreta, em um plano. “Não se pode deixar a iniciativa de forma muito solta”, comenta o executivo. 

No caso da Scholle Packaging, foram criados comitês responsáveis pelas diferentes iniciativas de sustentabilidade. Cada um deles trata de um tema específico – como voluntariado ambiental, coleta seletiva, gestão de fornecedores e reciclagem – e possui metas definidas em um compromisso anual. 

Parametrização 

Juntamente com a criação das metas, é preciso medir os resultados. “A empresa precisa fazer um follow up dessas iniciativas para ter sempre claro se são tangíveis e se possuem efetividade”, afirma. 

Veja também: Talentos se formam cada vez mais nas empresas, não nas universidades, opina especialista em executive search

Acompanhar os resultados e mostrá-los de forma objetiva para toda a estrutura organizacional são ações necessárias. “Se as metas não estão sendo cumpridas, precisam estar visíveis, precisam incomodar”, indica Bucker. 

Engajamento 

“Pessoas são um dos pilares mais importantes do processo de sustentabilidade na companhia”, defende o executivo. Engajá-las é, portanto, essencial para o sucesso das iniciativas, além de contribuir para a retenção de talentos. 

Sistematização de processos

Incorporar um verdadeiro modelo de gestão da sustentabilidade aos negócios também é importante. “Empresas que fazem vários projetos sustentáveis acabam por criar o que chamamos de ‘programa do mês’. Mudam as pessoas, mudam as iniciativas do mês, e isso se perde no dia a dia da empresa”, diz Bucker. 

Veja também: Inspiração e capacidade de interagir são competências fundamentais para postos-chave das companhias

Sistematizar e buscar um padrão nos processos são os caminhos para evitar que isso ocorra, segundo o CEO.

Modelo de negócios 

Por fim, o CEO da Scholle Packaging destaca que é preciso transformar a sustentabilidade em um bom negócio dentro da companhia. 

“Existem empresas que conseguem fazer um excelente trabalho nessa área. A Natura é uma delas porque conseguiu transformar o tema em um modelo de negócios, agregando valor e traduzindo ‘sustentabilidade’ em sua marca.”

registrado em: