Marketing busca atrair o consumidor internauta para o ambiente da empresa

publicado 01/03/2016 11h10, última modificação 01/03/2016 11h10
São Paulo – O inbound marketing, também chamado de ‘marketing de atração’, permite levantar dados e fazer relacionamento
carlos-tesore-3857.html

Em tempos em que as compras são cada vez mais decididas após pesquisas na internet, surge um novo formato de marketing que pretende fisgar o consumidor por meio de conteúdo. É o chamado inbound marketing.

Enquanto esse formato capta a atenção do potencial cliente com conteúdo, o marketing tradicional, ou outbound, anuncia diretamente o produto ou serviço. “É a nova forma, o marketing de atração”, diz Carlos Tesore, sócio da agência Hook Digital, durante o comitê estratégico de Marketing da Amcham – São Paulo, quarta-feira (24/02).

A mudança de comportamento do consumidor internauta é o que impulsiona o novo formato. Hoje, nove em cada dez consumidores com acesso à internet pesquisam na rede antes de fechar uma compra, mostra pesquisa do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) com o portal Meu Bolso Feliz.

“Os consumidores são mais influenciados por conteúdo do que por anúncio e a maioria assiste televisão com gadgets na mão. As marcas têm de se preparar (para esse contexto)”, cita Tesore.

O objetivo das ações de inbound é, no meio de tanta informação disponível, conquistar a atenção do consumidor e atraí-lo para o ambiente da empresa, onde é possível haver controle sobre quem navega.

“Muitos falam ‘já faço conteúdo, mídias sociais, etc.’ Mas esse conteúdo engaja, fideliza, educa e vende?”, questiona o executivo.

A proposta do inbound é obter os dados do consumidor em troca de um conteúdo relevante. Com essa base de informações, é possível fazer ações direcionadas para cada público, como campanhas por perfil e região ou até por acesso exclusivo no mobile. Mesmo ações offline podem direcionar para o ambiente online da organização.

“Muitas empresas recebem um público amplo no topo do funil, como em suas mídias sociais, mas não convertem para seu ambiente”, expõe.

Com a conversão é possível, ainda, avaliar o retorno de cada ação de marketing, on ou off-line. No entanto, é necessário que o projeto tenha no mínimo seis meses para começar a dar resultados. “O inbound também não substitui o outbound. Ele deve ser adicionado”, adverte.

registrado em: