O que esperar de 2019? Empresários do Triângulo Mineiro apontam perspectivas

publicado 27/02/2019 11h32, última modificação 27/02/2019 11h35
Uberlândia - CEO Dinner reuniu mais de 100 empresários da cidade e região
Rubens Sadenberg - CEO Dinner Uberlândia.jpg

Rubens Sadenberg, Economista-Chefe da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN)no CEO Dinner de Uberlândia

No final de janeiro, promovemos o primeiro CEO Dinner de 2019 de Uberlândia, com presença de mais de 100 empresários da região. A grande adesão ao evento demonstra o interesse dos empresários em buscar, cada vez mais, maneiras de se firmarem no mercado. “A palestra pôde destacar importantes pontos econômicos no cenário brasileiro atual”, destaca Deborah Vieitas, CEO da Amcham Brasil, e mediadora do encontro.

O economista chefe da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), Rubens Sardenberg, comentou sobre como poderá ser a nova política econômica do atual governo. “As taxas de desemprego preocupam, além da dívida bruta e o déficit primário que causam deterioração fiscal. E para contornar a situação, as reformas são mais que necessárias para que o país possa superar seu déficit fiscal”, afirma Sardenberg.

Durante o evento, os presentes responderam um questionário a respeito das expectativas para 2019. No relatório, 60% acredita numa retomada econômica em 2019, com melhoras nos indicadores de consumo e produção já no mesmo ano. Outra parcela significativa, (38%), acredita na manutenção dos indicadores econômicos

Quando questionados a respeito das expectativas em relação ao cenário econômico para este ano, 59% das pessoas acreditam que o ano será regular e que o PIB poderá crescer até 2%. Já o restante (41%), estão confiantes de que o crescimento será superior a 2%.

A pesquisa mostra, também, que dentre vários fatores que podem atrapalhar a retomada econômica do país esse ano, o que mais preocupa é o quadro fiscal, que depende de reformas estruturais (72%) seguido da governabilidade do atual presidente e sua capacidade em obter apoio do Congresso Nacional (19%).

Ainda de acordo com a pesquisa, 64% dos empresários presentes no CEO Dinner acreditam que a recuperação do crescimento depende do aumento da competitividade da economia. Além disso, 18% acreditam que é preciso estimular o crédito e retomar a confiança do consumidor. Outros 18% defendem um aumento dos investimentos em infraestrutura.

O CEO Dinner está inserido em uma série de eventos que a Amcham Brasil promoverá em comemoração ao centenário da Câmara Americana de Comércio no país. Acompanhe a agenda completa da Amcham em 15 cidades brasileiras, clicando aqui.

registrado em: