Pesquisa Amcham: 81% dos executivos esperam aumento de vendas em 2013

por giovanna publicado 09/10/2012 12h38, última modificação 09/10/2012 12h38
São Paulo – Projeções são também favoráveis no que toca a lucros e investimentos, assim como ao PIB, mostra sondagem inédita aplicada pelo Ibope.
busines_round_up_2012_8123.jpg

O empresariado brasileiro acredita em um cenário mais favorável aos negócios e à economia brasileira como um todo em 2013. Pesquisa da Amcham aplicada pelo Ibope junto a associados da entidade aponta que 81% esperam aumento das vendas no próximo ano, fatia bem acima dos 65% que contam com esse resultado em 2012. Os que apostam em maiores lucros em 2013 são 71% contra 50% que indicam esse resultado para 2012. O estudo foi apresentado na Amcham-São Paulo nesta terça-feira (09/10) durante a Business Round Up 2013.

O clima positivo permeia várias projeções. Um destaque é a expectativa de expansão operacional, presente em 57% dos respondentes quando o foco é 2013 e em 47% para 2012.

Quanto a investimentos, 52% dizem que serão ampliados em 2013 em suas empresas. Os focos dos aportes se concentrarão em estratégias comerciais (canais de venda e promoção), como revelam 71%; marketing (lançamento de produtos, comunicação, feiras e eventos), com 54% das respostas; inovação, pesquisa e desenvolvimento (P&D) e tecnologia, com 53%; e recursos humanos (englobando não apenas contratações, mas também treinamentos e benefícios), com 45%.

Quando o tema é contratação de mão de obra, o empresariado se divide: 48% têm intenção de aumentar os quadros e 47% querem manter a quantidade de profissionais empregada em 2012.

Apesar do otimismo, os executivos demonstram preocupações com fatores exógenos às suas companhias, tais como: desaceleração da economia mundial (63%), impostos/ carga tributária (55%), disponibilidade e qualificação de mão de obra (45%), legislação/ regulamentação (23%), ausência de investimentos públicos e privados a médio e longo prazos (21%), retorno significativo da inflação/ indexação (18%) e nível de burocratização e gastos com processos burocráticos (17%).

PIB, inflação e juros

Assim como ao olhar para suas próprias empresas, os executivos são majoritariamente otimistas no que tange à economia nacional como um todo ao projetar 2013. Enquanto para 2012 há uma divisão entre os que acreditam em queda do Produto Interno Bruto (38% das respostas), manutenção (34%) e elevação (28%), quando se trata do próximo ano, aumenta a parcela dos que esperam expansão, somando 52% da amostra.

Para 2012, há um equilíbrio entre as visões de aumento (47%) ou manutenção (46%) da inflação, ao passo que, para 2013, cai a fatia dos que apostam em aumento (40%) e aumenta a dos que acreditam em estabilidade (51%).

Em relação a juros, predomina a perspectiva de redução (64%) em 2012, mas, para 2013, as respostas indicam manutenção do nível de 2012 (60%), com expressiva diminuição dos que esperam novas quedas da Selic (27%).

Para a sondagem, a Amcham ouviu, em parceria com o Ibope, 214 altos executivos de empresas de variados portes em diversas regiões do País entre os dias 19 e 26/09. 

Leia a cobertura completa da Business Round Up

Pesquisa Amcham: 81% dos executivos esperam aumento de vendas em 2013

Brasil manterá ou ampliará atratividade de investimento estrangeiro em 2013, mostra pesquisa Amcham

Business Round Up: Febraban prevê expansão moderada do crédito em 2013

Business Round Up: Para evoluir em TI, Brasil precisa desenvolver capacidade de inovação

Business Round Up: Indústria brasileira de máquinas perde espaço no mercado e cobra condições para avançar em competitividade

Business Round Up: Segmento de petróleo e gás responderá por 20% do PIB brasileiro em 2020

Business Round Up: Após crescer por uma década, setor da aviação depende de implementação de agenda para enfrentar momento crítico

Business Round Up: Construção civil desacelera, mas segue se expandindo acima do PIB em 2012 e 2013

Business Round Up: Varejo estima evolução de 5,5% em 2012 e 7% em 2013

registrado em: