Pós-pandemia: as novas tendências na cultura de trabalho que vieram para ficar

publicado 27/07/2020 12h09, última modificação 28/07/2020 14h03
Brasil – Menos cobrança de horários, mais comprometimento e fim de tabus sobre home office e produtividade são algumas das apostas de executivas da SAP e Cia de Talentos
Segundo Cristina, as novas dinâmicas de trabalho mostram que é possível manter a produtividade mesmo trabalhando de casa.jpg

Segundo Cristina, as novas dinâmicas de trabalho mostram que é possível manter a produtividade mesmo trabalhando de casa

As mudanças no trabalho que vêm sendo aceleradas pela pandemia podem até parecer muito mais tecnológicas que culturais, mas, na verdade, é o contrário. Ao menos é o que acredita Cristina Palmaka, Conselheira da Amcham Brasil e Presidente da SAP. Para ela, o fim de tabus sobre produtividade no home office e cobrança por entregas em detrimento de horários serão algumas das tendências de trabalho no pós-coronavírus.

“Devemos ter equilíbrio, mas quebramos vários paradigmas de pessoas que achavam que o home office nunca funcionaria”, comenta a executiva, que participou do nosso webinar ‘Futuro do trabalho: tendências aceleradas pela Covid-19’, no dia 22/07. A conversa também teve mediação de Sofia Esteves, Presidente do Conselho do Grupo Cia de Talentos.

Segundo Cristina, as novas dinâmicas de trabalho mostraram que é possível manter a produtividade mesmo trabalhando de casa. Como exemplo, ela cita o que vem acontecendo na SAP: “Nesses últimos cinco meses, fizemos demonstrações de projetos para parceiros do Brasil inteiro, reuniões com pessoas de diferentes lugares do Brasil e tudo dando muito certo à distância”.

Além disso, o tempo também está sendo resignificado, de modo que as entregas e a qualidade do trabalho tenham maior peso do que apenas o cumprimento da carga horária. Isso porque existe a vantagem de dividir a vida pessoal com a vida profissional, sabendo colocar limites. “A avaliação de performance vai mudar muito: já passamos do comando e controle e no final do dia o que importa é a qualidade do que se entrega e a eficiência”, expressa Sofia.

Outro ponto citado foi o comprometimento: ambas as executivas acreditam que os colaboradores parecem estar genuinamente interessados em ajudar as empresas agora. Os motivos estariam na vivência da crise com maior intensidade e na percepção das mudanças. Cristina comenta que percebeu a ajuda também entre os próprios funcionários da organização: “As pessoas criaram o conceito de um cuidar do outro na SAP”.

Desta forma, existe agora a oportunidade para as companhias de se tornarem muito melhores. “Neste momento, estamos vendo quem é quem de verdade nas empresas em relação à cultura e valores. Eu tenho visto a cultura sendo aplicada e o cuidado com as pessoas vindo em primeiro lugar na maior parte das empresas”, explica Sofia. Cristina concorda e acrescenta que o pior que pode acontecer é as empresas não terem aprendido com essa experiência.

 

LIDERANÇA E TALENTOS

Uma tendência também citada pelas especialistas é a responsabilidade ainda maior da liderança, porque é ela que dá os direcionamentos para a empresa chegar onde deve chegar. “Liderar em épocas de incerteza são os momentos mais desafiadores, porque navegamos com elementos que não conhecemos – sem saber para onde ir e sem referência do passado”, manifesta a Presidente da SAP.

Como características essenciais de um líder atual, ela cita a transparência, honestidade, organização e saber ser uma pessoa aberta e empática durante os momentos de dificuldade. “Ter a sensibilidade e empatia de entender o que o outro está passando é fundamental, porque trabalhar de casa não é necessariamente o home office ideal nesse momento”, pontua.

Outra questão levantada foi o recrutamento de talentos: “Agora podemos abrir espaço para buscar talentos de qualquer lugar e não nos limitarmos à região que o nosso escritório se encontra”. Como exemplo, Cristina cita que a SAP chegou até a contratar novos colaboradores no meio da pandemia e que não houve sequer problema para realizar o onboarding. “Foi tudo digital”, conta.

 

O QUE SÃO OS WEBINÁRIOS?

São transmissões ao vivo de bate-papos e entrevistas, exclusivos online, sobre diversos assuntos do mundo empresarial. Diante da atual situação com a COVID-19 no Brasil, transformamos os encontros presenciais em atividades digitais e webinários.

PARA QUEM SÃO E COMO FUNCIONAM?

Os webinários especiais sobre a Covid-19 são públicos, totalmente gratuitos e podem ser acessados pelo link amcham.com.br/aovivo.