Prospecção digital requer mapeamento de canais, diz especialista

publicado 19/06/2015 10h16, última modificação 19/06/2015 10h16
São Paulo – Agência de negócios digitais também recomenda produção de conteúdo voltada para interesses dos clientes
prospecacao-foto01.jpg-6457.html

Para fazer prospecção no meio digital, as empresas B2B devem analisar a função de cada canal na interação com os clientes, de acordo com Galileu Prezzotto, CEO da Digital Buzz. O mapeamento pode contribuir para uma melhor definição de estratégias, segundo ele.

Prezzotto explica que algumas ferramentas auxiliam mais no reconhecimento e na consideração dos produtos e serviços, enquanto outras atuam na decisão de compra. “Os canais têm papeis diferentes na jornada do cliente”, disse, em participação no comitê estratégico de Marketing da Amcham-São Paulo, na quarta (17/06).

A produção de conteúdo voltada para os interesses dos clientes é outro ponto fundamental para a boa prospecção. Um meio tradicional e interessante para isso é o e-mail marketing. No entanto, Prezzotto destaca que é preciso usá-lo com moderação. “Não adianta encher a caixa de e-mail dos clientes com mensagens. Ela deve ser usada para fazer relacionamento e surpreender”, diz.

Outra ferramenta usada pelas empresas e que requer cuidados são as redes sociais. Para ele, o canal é uma mídia com potencial social. “Pode ser uma ferramenta para relacionamento, mas é principalmente propaganda”, ressalta. “Pense como investimento de mídia, mas aja de forma social”, aconselha.

Prezzotto também recomenda que as companhias invistam em relações públicas. “É importante espalhar o conteúdo para todos os lados”, diz. “Ao invés de trabalhar apenas com veículos tradicionais da imprensa, fale com especialistas no assunto e que não são necessariamente profissionais de informação.”

registrado em: