Redes sociais facilitam contratação e retenção de talentos

publicado 14/08/2014 10h26, última modificação 14/08/2014 10h26
São Paulo – Tecnologia ajuda no desenvolvimento da gestão de pessoas na IBM, SAP e Manpower Group
alessandro-bonorino-da-ibm-3835.html

Os profissionais de Recursos Humanos estão utilizando cada vez mais a tecnologia para auxiliar na contratação e retenção de talentos. De acordo com Alessandro Bonorino, vice-presidente de RH da IBM para América Latina, a utilização de redes sociais pode aumentar em 20% a chance de contratar um bom profissional.

Além das redes, outras tendências apontadas por Bonorino e que devem mudar os negócios, impactando também o trabalho de gestão de pessoas, são armazenamento de dados em nuvem, uso de ferramentas de análise, mobilidade e segurança. 

Para Marcia Almstrom, diretora de Recursos Humanos da Manpower Group e também palestrante no comitê da Amcham, a tecnologia é uma ferramenta de apoio tanto para o recrutamento de profissionais, quanto para promover a marca e repensar as formas e processos de trabalho. “Estamos inserindo a estratégia de recrutamento digital no negócio e tem sido muito positivo”, disse ao comitê estratégico de Gestão de Pessoas da Amcham, em 07/08.

Ela conta que a Manpower Group desenvolveu uma plataforma – chamada de Rede de Talentos – em que os candidatos às vagas da empresa fornecem apenas quatro informações (nome, e-mail, área e cargo) e enviam seus currículos. “É muito comum o candidato desistir da vaga porque o processo de enviar seus dados é muito longo e complicado. Quanto mais simples o sistema, melhor e mais eficiente ele é”, diz.

Além disso, a empresa faz todas as entrevistas por vídeo conferência, o que permite redução de custos e dá mais conforto ao candidato, que pode participar de qualquer local que tenha conexão com internet. Os assessments, que também fazem parte dos processos de seleção da Manpower Group, estão disponíveis pelo Career Harmony, outra ferramenta desenvolvida pela empresa.

Marcia diz que cruza informações recebidas por meio das redes sociais e de recrutamento, como Facebook, Twitter e LinkedIn, para fazer um mapeamento dos candidatos. “Isso nos ajuda a encontrar o perfil certo para cada vaga. Eventualmente, conseguimos selecionar um candidato para outra vaga, de acordo com o que estamos procurando”, explica.

A SAP, que desenvolve aplicativos de negócios, também vem investindo em tecnologia para recrutamento de profissionais. Paula Jacomo, líder de RH da SAP, contou ao comitê da Amcham que a companhia comprou a Success Factors, especialista em soluções de capital humano, para melhorar ainda mais as ferramentas utilizadas na seleção de profissionais. “A tecnologia nos ajuda a cruzar dados e facilita a busca pelos candidatos certos”, diz.

registrado em: