Amcham SX reúne executivos na serra gaúcha para falar de inovação em Porto Alegre

publicado 06/11/2018 11h26, última modificação 07/11/2018 10h49
Porto Alegre - Região tradicionalmente industrial é polo de negócios cada vez mais propício para empreender

No dia 18/10, a Amcham Porto Alegre realizou evento com mais de 240 executivos no Hotel Intercity de Caxias do Sul, região da serra gaúcha. A iniciativa é uma forma de mostrar aos associados que a Amcham está presente e atenta também às demandas empresariais e sociais dos que não tem sede física na capital.

O coordenador da regional, Filipe Scarinci, abriu o evento apresentando resultados e ideais da Amcham. “Se nosso estado desenvolver os quatro princípios em que acreditamos, em breve estaremos em uma situação melhor”, opinou, elencando na sequência os pilares de educação, talentos, tecnologia e empreendedorismo.

As exposições de conteúdo transitaram de uma retrospectiva histórica das últimas décadas até projeções de serviços e produtos do futuro. O economista político e professor Marcos Troyjo baseou sua análise do contexto atual em dados demográficos e macroeconômicos. Sustentou a necessidade que o mundo empresarial tem de se desenvolver e preparar para um futuro que chega cada vez mais rápido. “Ou você é uma empresa de tecnologia ou você tá fora do jogo. Esse processo é fascinante e assustador”, ponderou Troyjo.

O Diretor Industrial da Bosch, Julio Monteiro, fez uma apresentação mais voltada a processos técnicos. Mostrou os métodos e softwares de monitoramento de operação e manutenção em tempo real que aumentou a produtividade das fábricas da multinacional. O sistema é desenvolvido e direcionado a quatro fatores: controle de processos, manutenção, logística e gerenciamento de energia. “Não quero mais ter papel na fábrica, não quero mais ninguém anotando nada. Quero transparência nos meus dados em um método automático, para assim criar um ambiente de inteligência artificial”, justificou Monteiro.

Com uma rede internacional de colaboração e desenvolvimento de tecnologias envolvendo universidades e indústrias diversas, a Embraer não deixa de se preocupar com a inovação em seus sistemas internos. Jose Luiz Fragnan, vice-presidente de Manufatura da Embraer falou sobre a estrutura de incentivo para criatividade em novos projetos pensados e executados por colaboradores que tem até horas livres em horário comercial para se dedicar às ideias.

A última exposição ficou por conta de Felipe Calixto, CEO da Sankhya. O diretor executivo falou sobre inovação em produtos e serviços, mudanças de comportamento e consumo devido aos avanços tecnológicos.