#AmchamSPARK: No futuro, mão de obra não qualificada será o médico que não sabe operar computador, diz especialista

publicado 30/11/2017 16h23, última modificação 30/11/2017 16h38
São Paulo – Para Beia Carvalho, operar tecnologias exigirá criatividade e alta especialização
amcham spark.jpg

De acordo com a palestrante futurista Beia Carvalho, os empregos serão escassos e reservados aos profissionais muito especializados nos próximos anos. “Vai ter excesso de mão de obra não especializada no futuro, mas será daquele médico que não sabe operar com computador. Não será mais do ajudante que mistura concreto na obra.”

Carvalho foi uma das painelistas do Amcham Spark, fórum de inovação da Amcham – São Paulo, realizado na terça-feira (30/11). Para ela, os especialistas serão os grandes artistas, programadores de inteligência artificial e planejadores. Em contrapartida, restará aos profissionais não especializados o trabalho informal e autônomo.

Alguns dos fatores que vão afetar a disponibilidade de trabalho formal no futuro é a automação, que executará tarefas repetitivas com rapidez superior à humana, e a necessidade de profissionais capacitados para operar e desenvolver novas tecnologias.

“Há estudos que confirmam o impacto dos robôs em 17 países. Nesses mercados, a mão de obra não especializada está começando a ficar sem emprego por conta disso. Também se verificou que o total de horas trabalhadas e os salários dos especializados aumentaram”, detalha Carvalho.

No Brasil, um estudo da BCG – Boston Consulting Group – revela que o Brasil terá em 2020 um déficit de oito milhões de empregos voltados a talentos e pessoas com novas competências. Segundo a especialista, o futuro exigirá das pessoas mais criatividade e conexões sociais.

“Quem são os talentos? As pessoas que pensam e têm posições críticas. Elas buscam pensar de formas e pontos de vista diferentes, como se fossem governo, empresas e família”, assinala Carvalho. A especialista recomenda cinco competências para esse futuro: curiosidade, criatividade, empatia, coragem e humanidade.

registrado em: ,