Em três anos, startup Get Ninjas recebeu R$ 7.2 milhões de investimentos

por lays_shiromaru — publicado 24/07/2014 15h14, última modificação 24/07/2014 15h14
São Paulo – CEO da startup conta sua trajetória e dá dicas para quem está começando no mundo do empreendedorismo
eduardo-l2019hotellier-2743.html

Foi em 2010, aos 27 anos, que Eduardo L’Hotellier, co-fundador e CEO da Get Ninjas, plataforma online de contratação e anúncios de serviços, começou a flertar com o empreendedorismo. “Vi uma oportunidade grande. Estava tendo um boom nas compras coletivas, mas não havia nada voltado para a contratação de profissionais”, relembrou, durante o Seminário de Inovação e Startup da Amcham-São Paulo, em 18/07.

Ele ainda trabalhava na Angra Partners, empresa de assessoria financeira e private equity, quando resolveu comprar um protótipo num site da Índia por US$ 700, para começar a dar forma à sua ideia.

Pouco tempo depois, a Get Ninjas foi descoberta nas redes sociais por investidores, que tinham interesse em apoiar financeiramente o projeto, e L’Hotellier deixou de vez a tradicional carreira corporativa. “Já tinha vontade de seguir outros caminhos, mesmo com a diferença nos ganhos. Pedi a opinião do meu pai e ele me incentivou desde o começo”, diz.

Numa primeira rodada de investimentos, a Get Ninjas recebeu aporte de R$ 1.2 milhões da Kaszek Ventures. Na segunda, com a Monashees Capital, a startup recebeu R$ 6 milhões. O antigo site foi tirado do ar e os fundadores começaram a trabalhar numa plataforma nova, mais robusta e flexível para customização.

L’Hotellier conta que, em três anos de atuação, a Get Ninjas atingiu números excelentes: do primeiro ano para cá, passaram de 1.200 profissionais cadastrados na plataforma para 65 mil. Além disso, são feitos cerca de 50 mil pedidos de orçamento de serviços por mês.

Atualmente, a equipe conta com 30 colaboradores no escritório localizado em São Paulo, e o plano é continuar aumentando o ritmo de crescimento. “Queremos nos consolidar no Brasil e expandir nossa atuação para outros mercados na América Latina em um ou dois anos”, revela L’Hotellier.

Truque de ninja

Para alcançar o sucesso no empreendedorismo, L’Hotellier destaca dois passos fundamentais: contar sua ideia para o máximo possível de pessoas e arranjar um bom sócio.

Ele defende a importância de ter feedback de pessoas próximas e diz que não é preciso ter receio de ser copiado. “O medo de ter uma ideia “roubada” é muito grande, mas dificilmente alguém vai querer fazer o mesmo que você. Se ela for realmente “roubada”, você já estará alguns passos na frente”, afirma.

L’Hotellier conta que seu sócio decidiu não continuar trabalhando na Get Ninjas, mas ficou com parte das ações e foi vital para a empresa. “Ele foi super ético no rebalanceamento de ações. Não tínhamos contrato, apenas confiança”, diz. “Além disso, é uma pessoa de extrema competência, sem a qual não teríamos conseguido os investimentos. Sociedade é casamento.” 

registrado em: