Falar sobre transformação e não praticar pode ser mortal para uma organização, alerta CFO da Ingresso Rápido

publicado 10/07/2018 08h46, última modificação 12/07/2018 16h04
Campinas - Diego Barreto abordou temas relacionados a gestão no Amcham Talks

Na opinião de Diego Barreto, CFO da Ingresso Rápido, e palestrante do palco Cérebro durante o festival Amcham Talks, no dia 13/6, em Campinas, a maior mudança que a sociedade tem enfrentado em seu mindset é a de que não é mais o topo que fornece o poder, mas sim o acesso a rede: “A maioria de nós achava que através do alcance ao ‘topo’ que poderíamos modificar o meio, porque o topo fornecia poder. Mas hoje, o poder de mobilização é muito maior, um jovem que tem acesso à rede tem o poder de mobilizar não só sua comunidade, mas o mundo”.

A mudança de mão do poder de mobilização principalmente para os jovens através da rede fez com que outras transformações importantes fossem propostas à sociedade. Essas mudanças terão impactos diretos no mercado, segundo Barreto. ”Essa mudança de poder fez com que as mobilizações hoje fossem cada vez mais sociais. O jovem de hoje briga por mais espaço, por diversidade, por feminismo, e as empresas precisam se adaptar a esse novo modelo”. 

Barreto alerta ainda que as mudanças precisam ser reais e profundas, caso contrário, podem ter resultado reverso: “As empresas precisam se propor a realizar essas mudanças nas raiz. Falar de forma bonita da diversidade é fácil. Difícil é incluir pessoas com deficiência, ou pessoas transexuais. Só falar de forma bonita sobre a transformação e não a praticar pode ser tão mortal para a empresa quanto não realizar transformação alguma”.

No Brasil, o momento é propício para aqueles que decidirem se aventurar nas transformações e se anteciparem frente às necessidades do futuro, segundo Barreto. “O Brasil de hoje é um Brasil de oportunidades porque os jovens não buscam trabalhar para alguém como no passado. A noção de risco mudou e por isso surgem novas oportunidades mais ousadas, mas que exigem preparação e coragem dos aventureiros”.

Além de Diego Barreto estiveram também no Palco Cérebro do festival Luis Rasquilha, CEO da Inova Business School, a cantora e compositora Luiza Possi, Diego Martins, fundador da Acesso Digital e outros nomes de peso do mercado e da nova economia.