Especialista em compliance alerta sobre lavagem de dinheiro: “Pode acontecer em qualquer empresa”

publicado 08/12/2015 15h39, última modificação 08/12/2015 15h39
São Paulo - David Rechulski explicou as práticas para lavar dinheiro sujo e como evitar essa prática dentro das empresas
compliance-foto01.jpg-297.html

Esquemas de corrupção, lavagem de dinheiro e fraudes são muito divulgados pela imprensa quando acontecem com empresas de porte gigante. Devido à grande cobertura, tem-se a impressão, entre os mais leigos, que lavagem de dinheiro ocorre apenas com grandes companhias.

David Rechulski, sócio-fundador da David Rechulski Advogados, participou do Comitê Aberto de Compliance e Gestão de Risco realizado nesta terça-feira (08/12), na sede da Amcham Brasil, em São Paulo, e alertou que todas as organizações estão vulneráveis à lavagem de dinheiro.

“A lavagem de dinheiro pode acontecer em qualquer empresa. Não existe tamanho nem segmento que esteja livre da lavagem de dinheiro. Evidentemente, as empresas de grande porte, em razão do volume de dinheiro que pode ser movimentado, são as preferidas por quem busca a lavar dinheiro.”

Rechulski também quais são as práticas mais comuns para limpar o dinheiro sujo. “A pessoa que busca lavar o dinheiro suja dissimula. Se utiliza de empresas fantasmas ou de faixada, laranjas, testas de ferro, ou seja, existe todo um processo dissimulatório para que consiga a inserção do dinheiro sujo no sistema financeiro e, assim, a ocultação desses recursos”, falou.

Além de alertar como funcionam as práticas, o especialista em criminal compliance aconselhou sobre o que o profissional de compliance deve fazer a fim de evitar este tipo de prática na empresa em que trabalha. “O compliance de uma empresa deve estar atento a tudo que foge de um cenário de normalidade. Então é importante que se estabeleça um sistema neural, em que alertas sejam acionados toda vez que uma situação anômala seja verificada. E, se verificada essa situação aparentemente anômala, tem de haver um aprofundamento da verificação para identificar se há, ou não, lavagem de dinheiro”.

No vídeo abaixo, Rechulski ensina sobre possíveis mecanismos de prevenção e também como proceder caso descubra efetivamente que há um processo de lavagem de dinheiro dentro da companhia.

 

registrado em: